Pacientes com HIV se livram do vírus após transplante de medula óssea
495
Compartilhamentos

Pacientes com HIV se livram do vírus após transplante de medula óssea

Último Vídeo

De acordo com uma notícia publicada pelo The Guardian, dois homens infectados pelo HIV parecem ter sido curados depois de passar por transplantes de medula óssea. Segundo a publicação, ambos conviviam com o vírus há décadas e, após o procedimento, a presença do microrganismo foi diminuindo gradualmente.

Os transplantes ocorreram em Boston, nos EUA, e os dois passaram pela cirurgia para combater casos de câncer no sangue. Contudo, testes realizados após o procedimento revelaram que suas células haviam sido substituídas pelas células dos doadores das medulas ósseas, e que a contagem do HIV em seus organismos havia se tornado indetectável.

Um dos pacientes deixou de fazer uso dos medicamentos indicados para os infectados pelo HIV há quatro meses, enquanto que o outro parou há sete semanas. Mesmo assim, nenhum dos dois mostra qualquer sinal da presença do vírus em suas células sanguíneas ou outros tecidos. As implicações desses resultados são gigantescas, mas os médicos envolvidos no caso ainda são cautelosos na hora de anunciar uma possível cura para a AIDS.

Acompanhamento

Fonte da imagem: shutterstock

Conforme explicaram, apesar de a presença do HIV não ser mais detectada, isso não significa que o vírus não tenha entrado em um estado latente e esteja alojado em algum órgão, como o cérebro, por exemplo. Portanto, será necessário um monitoramento bem próximo junto aos dois homens para que seja possível compreender o real impacto do transplante de medula óssea sobre o vírus.

Outra questão levantada é que o transplante de medula óssea não é viável para todos os pacientes, sem contar que o índice de mortalidade se encontra entre 15 e 20%. Além disso, depois da cirurgia os pacientes são obrigados a usar medicamentos imunossupressores pelo resto de suas vidas.

Entretanto, parece que existe muita gente pelo mundo engajada em encontrar uma forma de acabar com o HIV de uma vez por todas, e só este ano já foram vários os avanços anunciados nesse sentido, como o desenvolvimento de novos tratamentos, vacinas e medicamentos.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.