115
Compartilhamentos

OVNI: pilotos de 2 voos diferentes relatam estranho avistamento nos EUA

Não é raro ficarmos sabendo a respeito de avistamentos de objetos voadores não identificados. Entretanto, sempre que se trata de relatos de pilotos ou de pessoas que trabalham com aviação, os testemunhos ganham mais peso, né? Pois a Federal Aviation Administration — Administração Federal de Aviação — dos EUA divulgou informações sobre um incidente registrado no dia 24 de fevereiro e que envolveu dois pilotos voando em aeronaves diferentes.

Encontros estranhos

Mais especificamente, a FAA divulgou as conversas que os dois pilotos — um no comando de um Learjet 36, operado pela companhia Phoenix Air Group, e o outro de um Airbus A321 da American Airlines — tiveram com o pessoal do Centro de Controle de Tráfego Aéreo de Albuquerque, no Arizona. O primeiro contato foi o do piloto do jato, que acionou os controladores de voo para perguntar, aparentemente nervoso, se algum deles tinha visto algo passar sobre a aeronave alguns segundos antes. No vídeo abaixo é possível ouvir toda a conversa:

A resposta do controlador de voo que atendeu ao chamado foi negativa, mas o piloto garante que alguma coisa passou sim sobre o jato — e o copiloto pode ser ouvido dizendo “um UFO” (“um OVNI”). Depois de alguns minutos, o pessoal do Centro de Controle decide dar um alô para o comandante da American Airlines, do voo 1095, que estava em rota nas imediações, e pedir que ele fique de olho pelas próximas 15 milhas, para o caso de que algo passe pelo avião.

O controlador, então, explica rapidamente a situação para o comandante, e o piloto do Learjet conta o que viu e o que deixou de ver, admitindo que não sabia o que havia visto, mas afirmando que não era uma aeronave não! E daí, alguns minutos depois, o comandante da American confirma que algo também havia passado pelo menos entre 600 e 900 metros acima do Airbus, e que ele, assim como o colega do jato, não fazia ideia do que havia visto.

De volta ao cara do Centro de Comando, o controlador pergunta ao comandante se o objeto estava em movimento ou apenas sobrevoando um ponto específico, e o piloto diz que seja lá o que for — um balão ou coisa do tipo — o que passou por ele, estava emitindo ou refletindo algum tipo de luz e se movendo na direção oposta. O controlador chaga a perguntar para o comandante se podia ser um balão da Google, e o cara simplesmente responde “pouco provável”.

Incidentes inexplicáveis

Toda a ação que descrevemos acima, envolvendo as conversas dos dois pilotos, ocorreu ao longo de aproximadamente seis minutos e, até agora, ninguém revelou o quer era o tal objeto voador. O curioso é que, apesar de duas pessoas no comando de aeronaves diferentes e viajando através de uma rota altamente movimentada terem relatado os avistamentos, nenhum relatório oficial foi criado e tampouco houve um pronunciamento sobre o caso.

Avião da American AirlinesEsta não é a aeronave envolvida no incidente, tá? (The Huffington Post)

Obviamente, a FAA foi questionada sobre os relatos, mas simplesmente disse que não havia mais nada a ser dito além do que podia ser ouvido na gravação liberada por eles. Já sobre se a organização tinha conhecimento da realização de algum teste ou levantamento sendo conduzido na área, a resposta também foi negativa. Veja, caro leitor, não estamos dizendo que o que os pilotos viram eram os aliens nos fazendo uma visitinha, mas que ninguém encontrou uma explicação ainda para o incidente, isso não encontrou.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.