Seja o primeiro a compartilhar

Mulher cumpre vingança ao matar assassino de seu irmão

A morte do garoto Jason Ugwuh, de 16 anos, no dia 10 de janeiro de 2021 acaba de ganhar mais um capítulo nos registros policiais de Kansas City, nos Estados Unidos. Frustrada com a falta de respostas para o assassinato de seu irmão, Tityana Coppage decidiu ir atrás do suposto responsável pelo crime e tentar saciar seu desejo de vingança.

Foi então que, aos 21 anos, Coppage acabou sendo presa por matar a tiros Keith Lars dentro de um estacionamento da cidade. Baleado múltiplas vezes no peito e nas pernas, o homem de 36 anos era investigado pela morte de Jason no início do ano. Para finalizar a “revanche”, Tityana enviou uma mensagem para o celular do seu falecido irmão lhe atualizando sobre o desfecho da história.

Desejo de vingança

(Fonte: Jackson County Detention Center)
(Fonte: Jackson County Detention Center/Reprodução)

Segundo os registros da polícia de Kansas City, Tityana sabia exatamente onde poderia encontrar Lars na noite de 13 de janeiro. Entretanto, a mulher alega que os primeiros disparos efetuados no momento do homicídio foram feitos pelo suspeito da morte de Ugwuh. 

As autoridades locais conseguiram rastrear facilmente Coppage e ligá-la à cena do crime após obterem acesso às filmagens feitas pelas câmeras de segurança do estacionamento. Os policiais relatam que, minutos antes do incidente, a mulher teria enviado uma mensagem para um contato chamado “Titia” pedindo por munições para uma arma calibre .45.

“Enviei-o na direção do meu irmão, eu lhe devia esse corpo”, dizia uma das mensagens encontradas no celular de Tityana. Atualmente, ela vem sendo mantida presa em uma cadeia do condado de Jackson com fiança estipulada de US$ 200 mil.

Passado de luto

(Fonte: Facebook/Reprodução)
(Fonte: Facebook/Reprodução)

Em 2016, Coppage já havia sofrido perdas parecidas com a de Jason. Na época, ela chegou a presenciar os assassinatos de seu irmão mais novo de 9 anos, Jayden Ugwuh, e de seu primo de 8 anos, Montell Ross, cujas mortes permanecem sem uma solução até os dias de hoje. 

De acordo com a polícia de Kansas City, ciclos de violência como os que afetaram a família de Tityana são comuns pelos subúrbios dos Estados Unidos e essa não é a primeira vez que um cidadão norte-americano buscou a justiça pelas próprias mãos. 

Recentemente, os rappers DaBaby e 42 Dugg se mostraram empáticos ao desejo de vingança de Coppage e se ofereceram para pagar US$ 40 mil do valor total para a obtenção da fiança.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.