Seja o primeiro a compartilhar

As teorias sobre a misteriosa morte de Brittany Murphy

Em 20 de dezembro de 2009 uma notícia chocou os cinéfilos ao redor do mundo: falecia Brittany Murphy, aos 32 anos. A atriz, conhecida por filmes como As Patricinhas de Beverly Hills e Sin City, já não se sentia bem há alguns dias e foi encontrada inconsciente no banheiro de sua casa em Los Angeles por sua mãe, Sharon Murphy.  

Uma ambulância chegou a levar Brittany para o Centro Médico Cedars-Sinai onde tentaram reanimá-la, mas infelizmente foi em vão. A autópsia declarou que Murphy veio a óbito por conta de uma parada cardiorrespiratória causada por pneumonia, tendo como agravantes anemia por deficiência de ferro e intoxicação por uso de medicamentos.

(Fonte: Wikimedia)
(Fonte: Wikimedia Commons/Reprodução)

Cinco meses depois da morte da atriz, seu marido, Simon Monjack, foi encontrado morto na mesma casa sob circunstâncias idênticas. Desde então, teoriza-se muito sobre o falecimento dos dois artistas não ter sido acidental, como apontava a autópsia, mas sim um assassinato, uma ideia sustentada pelos familiares paternos de Brittany.

A teoria do envenenamento

Angelo Bertolotti, pai da atriz, sempre contestou o laudo apresentado pelas autoridades, mas foi só em 2013 que ele conseguiu autorização judicial para que um novo laboratório tivesse acesso à amostras de tecidos e cabelos dos falecidos para que um novo teste fosse feito.

A nova análise atestou que os níveis de metais pesados detectados nas amostras estavam muito mais altos do que o considerado normal pela Organização Mundial de Saúde. 

As substâncias que foram identificadas podem ser encontradas em grande quantidade em veneno para ratos e, quanto ingeridas, causam dor de cabeça, falta de ar, tosse, sudorese, dores abdominais, alterações respiratórias, neurológicas e gastrointestinais, bem como pneumonia. Todos estes sintomas foram reportados por Brittany e Simon antes de seus falecimentos.

(Fonte: IMDB)
(Fonte: IMDB/Reprodução)

O laudo eliminava a possibilidade de exposição acidental à altos níveis dessas substâncias, considerando que a única explicação lógica para os acontecimentos em ambos os casos seria “através da administração de terceiros, com prováveis intenções criminais”.

Quem seria responsável pelo suposto crime? 

Para Angelo, Brittany teria sido assassinada pelo governo dos Estados Unidos. O homem alegava que a filha estava sendo monitorada pelo governo e sendo ameaçada com frequência por apoiar sua amiga Julia Davis, responsável por revelar segredos do Departamento de Segurança Interna dos EUA.

Sharon Murphy se pronunciou a respeito da teoria dizendo que era “loucura” e um insulto. Segundo ela, Bertolotti não era participativo na vida da filha e Julia a conhecia apenas superficialmente, e que ambos estavam usando a morte da moça para se promover na mídia para ganhar fama e dinheiro.

(Fonte: Distractify)
(Fonte: Distractify/Reprodução)

Outra teoria bastante famosa aponta Sharon como responsável pelo assassinato, por estar presente em ambas as mortes, morar na mesma casa sem contrair a doença e também por ser a única beneficiária do testamento da atriz. 

As especulações se fortaleceram após rumores de que ela e o genro dormiam na mesma cama após o falecimento de Murphy. Além disso, as suspeitas aumentaram quando Sharon decidiu leiloar itens pessoais da filha, como passaporte e roupas e figurinos que marcaram sua carreira.

A teoria do mofo

Apesar de profissionais terem descartado essa possibilidade na época do falecimento, Sharon Murphy disse ter encontrado muito mofo na casa da família e que este estaria diretamente relacionado com a pneumonia da filha e de Monjack.

Em 2011, ela abriu um processo contra os advogados que a representaram num caso contra a construtora responsável pelo imóvel, e que a instruíram a desistir da disputa. A nova equipe jurídica de Sharon afirma que os antigos responsáveis pela ação deveriam ter identificado a relação entre o mofo existente na casa e a morte dos artistas. Diante disso, exigiram ressarcimento por danos. 

Gostou dessas teorias? Conheça mais mortes misteriosas e outros casos que seguem até hoje sem explicação!

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.