Arqueólogos encontram tumbas de 4,5 mil anos em Stonehenge

Arqueólogos descobriram um túnel na região do Stonehenge com túmulos, restos mortais de pessoas da Idade da Pedra e alguns tesouros antigos. Os especialistas acreditam que os ossos têm cerca de 4,5 mil anos de idade e foram encontrados perto da Pedras de Ale. O monumento é um conjunto de 59 pedras em um penhasco situado na costa do báltico sueco.

Os esqueletos encontrados são de um bebê e de uma mulher que provavelmente morreu com 20 anos de idade. 

As ossadas estavam com vasos de cerâmica perto, o que levou os especialistas a considerarem que faziam parte dos povos que seguiam a cultura de vasos campaniformes do final do período neolítico, quando as pessoas acreditavam que seus mortos deveriam ser enterrados com os vasos para o pós-vida.

(Fonte: Arqueologia de Wessex/Reprodução)
(Fonte: Arqueologia de Wessex/Reprodução)

Stonehenge e a escavação

De acordo com as lendas locais, Stonehenge é o local de descanso do Rei Ale. Porém, existem também teorias de que a região é um calendário astronômico.

As tumbas foram descobertas ao cavar um fosso no centro do círculo de pedra. Com isso, os arqueólogos reafirmaram as suspeitas de que o local teve um significado especial.

(Fonte: Arqueologia de Wessex/Reprodução)
(Fonte: Arqueologia de Wessex/Reprodução)

Como dito anteriormente, além de ossos humanos, foram encontrados alguns tesouros antigos, dentre eles, objetos de cerâmica. Alguns deles podem, inclusive, ter sido utilizados para construir o Stonehenge. 

Mais estudos precisam ser conduzidos para determinar a origem dos tesouros e novas missões devem ser realizadas em breve.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.