(Fonte da imagem: Reprodução/Standalone Sysadmin)

Já faz algum tempo que fumar durante os voos — sejam eles longos ou não — deixou de ser permitido. Entretanto, você já percebeu que nos aviões ainda existem sinais luminosos, plaquinhas e cartazes que indicam essa proibição?

Matt Simmons, que escreve para o blog Standalone Sysadmin, não só se deu conta de que todos esses sinais continuam por aí como também percebeu que todos os aviões ainda contam com cinzeiros nos banheiros. E mais: ele descobriu que esses aviões não se tratam de aeronaves remanescentes da época em que os passageiros podiam escolher entre viajar na ala de fumantes ou não fumantes.

É proibido fumar

De acordo com Simmons, a presença de cinzeiros nos banheiros de aviões ainda é obrigatória, sendo uma exigência do FAA, órgão federal norte-americano que regulamenta a aviação civil dos Estados Unidos. Ele descobriu que, em 1973, um desastre aéreo matou 123 pessoas devido a um cigarro que se encontrava onde não devia.

Por essa razão, acreditando que os passageiros tabagistas vão fumar de qualquer maneira, a FAA determinou que devem existir formas para que eles descartem seus cigarros de forma adequada para evitar qualquer tipo de incidente.

Em outras palavras, os cinzeiros e sinais distribuídos — discretamente — pelas aeronaves estão aí para tornar nossas viagens mais seguras.

Fontes: Standalone Sysadmin, Faculdade de Direito da Universidade Cornell e Gizmodo