Um símbolo é normalmente uma figura ou objeto que representa algo. No entanto, alguns símbolos que utilizamos parecem ter perdido seu significado original ao longo do tempo, e o uso que damos a eles hoje provavelmente não tem nada a ver com o que eles representavam originalmente.

Veja na relação abaixo alguns exemplos disso. É provável que você e a maioria das pessoas não use ou sequer conheça parte dos símbolos da lista, o que torna ainda mais improvável a chance de algum dia descobrirmos o que eles significavam quando foram criados.

1. Hedera

Hedera em latim significa hera e também é o nome científico desse tipo de planta trepadeira. Por isso, nada melhor para um símbolo com esse nome do que uma folha, não é verdade?

Apesar de não ser mais tão comum quanto antigamente, essa figura é usada para indicar uma pausa longa em um texto escrito, e por isso era impressa ao final de cada capítulo de um livro ou separava vários textos diferentes dentro de uma publicação.

No entanto, ninguém faz ideia de qual era o uso da hedera em latim ou em grego antigo, uma vez que não era empregada da mesma forma naquela época.

2. Flor-de-lis

Historiadores já detectaram a presença da flor-de-lis desde os tempos em que a Mesopotâmia e a Babilônia eram grandes potências, passando pela Idade Média e chegando até a nobreza francesa do tempo dos mosqueteiros.  

O símbolo já serviu até mesmo para marcar escravos recapturados após tentativas de fuga, mas não há registro de seu significado original em lugar algum. Hoje o sinal representa o escotismo mundial e tem grande presença na literatura também, o que mostra que ele basicamente serve para qualquer coisa em que as pessoas queiram utilizá-lo.

3. Asterisco

O asterisco é utilizado em praticamente qualquer contexto hoje. Ele serve como notação linguística, é empregado na matemática, indica correções em textos de mensagens eletrônicas, faz parte de emoticons, entre uma série de outros usos.

Obviamente, por estar incluído nesta lista, ninguém sabe qual era o significado original dessa “pequena estrela” ou “pequena roda com projeções”, como era referenciado no grego antigo. O que se sabe é que há registros do uso de asteriscos em escritos pictográficos deixados pelos sumérios há mais de 5 mil anos.

Contudo, não há um consenso entre a comunidade científica se o asterisco que era utilizado pelos sumérios é exatamente o mesmo símbolo que utilizamos hoje. O “asterisco moderno” teria vindo da Biblioteca de Alexandria, onde era empregado para sinalizar erros em textos, mas mesmo essa versão carece de provas que a fundamentem.

4. O quadrado em loop ou “trevo-de-quatro-folhas”

Se você utiliza ou já viu algum computador da Apple, com certeza já notou esse símbolo no teclado do dispositivo, mais especificamente na “tecla da maçã”. Quem o escolheu foi a artista de bitmap Susan Kare, que o encontrou em um dicionário de símbolos internacionais.

A figura, que se parece com um trevo-de-quatro-folhas, é utilizada nos países nórdicos para indicar pontos de interesse para quem estivesse na estrada, como um local para descansar ou algo semelhante. Esse símbolo também tem significados religiosos e supersticiosos, pois supostamente espantava os maus espíritos na Finlândia do século 11.

O problema é que túmulos com milhares de anos de existência encontrados nos Estados Unidos possuíam vários adornos de pescoço com o mesmo símbolo. Essas espécies de pedras furadas que ficavam penduradas em cordões são conhecidas por lá como gorjais de Cox Mound. Mais uma vez, ninguém sabe dizer o que ele significava para as pessoas que o criaram, apesar dos tanto significados diferentes que tem hoje.

Quais outros símbolos você costuma ver ou utilizar em seu cotidiano, mas cujo significado você desconhece? Comente no Fórum do Mega Curioso