7 lendas vampirescas que possuem um fundo de verdade
478
Compartilhamentos

7 lendas vampirescas que possuem um fundo de verdade

Último Vídeo

Ao longo dos tempos, diversas crenças e lendas foram atribuídas à prática de vampirismo. Porém, o que tanto pode ser considerado como ficção e o que pode ter um fundo de verdade? O site da Reader’s Digest elaborou uma lista com algumas destas histórias e nós, aqui do Mega Curioso, as trazemos para vocês:

1. A Condessa de Sangue

A condessa Elizabeth Bathory viveu entre 1560 e 1614, na Hungria. Ela foi acusada de ter comportamentos “vampirescos”: ela mordia suas vítimas e tomava banho com o sangue delas como uma forma bizarra de tratamento de beleza.

2. O Príncipe das Trevas

Um dos maiores ícones do vampirismo, Vlad da Valáquia – também conhecido como Vlad, o Empalador – viveu entre 1431 e 1476. Além de matar e empalar suas vítimas, ele se deliciava com pão embebido do sangue dos pobres coitados.

3. A Deusa Egípcia

No Antigo Egito, também havia uma lenda envolvendo uma suposta “vampira”. A deusa Sekhmet era conhecida por seu gosto por sangue e se a sua alma não recebesse as oferendas corretas, ela sairia de sua tumba em busca do líquido precioso.

4. Os Vampiros Chineses

Já na China existiam os Chiang-shi, que também eram conhecidos como os “vampiros chineses”. Eles tinham garras curvas e olhos vermelhos, além de se alimentarem da “força vital” de suas vítimas.

5. Suméria e Babilônia

Os antigos povos sumérios e babilônicos dividiam uma crença comum em um espírito chamado ekimmu, que retornaria do mundo dos mortos para sugar a vida dos vivos.

6. A Peste Negra

Enquanto a Europa enfrentava a maior epidemia da humanidade, a Peste Negra, algumas lendas diziam que os vampiros se alimentavam dos corpos de quem morria da doença e ajudavam a espalhar ainda mais o vírus. Assim, aqueles que eram suspeitos de vampirismo também eram enterrados com pedras em suas bocas.

7. “Vampiros” modernos

As lendas dizem que os vampiros tinham medo da luz solar e de alho, além, é claro, de se alimentarem de sangue. Atualmente, a medicina diz que existem pessoas que realmente possuem um distúrbio que as faz “gostar” de tomar o líquido de nossas veias. Já a fotofobia pode designar quem tem aversão a muita claridade, e a alliumfobia categoriza os que se amedrontam com alhos.

***

Você sabia que algumas lendas de vampiro possuem um fundo de verdade? Comente no Fórum do Mega Curioso

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.