9 pequenos momentos de terror que toda mulher  enfrenta
140
Compartilhamentos

9 pequenos momentos de terror que toda mulher enfrenta

Último Vídeo

Quando você escreve para um site como o Mega Curioso, as ideias para matérias vêm nos momentos mais inesperados possíveis: quando você estava quase para dormir – e decide que precisa levantar e anotar aquele pensamento –, na fila do ônibus, quando você observa alguma situação bizarra ou, pior, quando algo acontece com você. Foi exatamente isso o que me fez pensar neste post.

Nós, mulheres, costumamos passar por algumas situações que nos causam “miniataques cardíacos”. É sério! Por isso, perguntamos para as nossas leitoras por quais situações bizarras elas já passaram e contamos nossas próprias experiências. Vamos lá:

1. Apesar de ser um grande aliado, o sutiã pode nos pregar algumas peças.

"Fui almoçar sozinha em um restaurante e, no momento em que coloquei o prato na mesa, o meu sutiã abriu na frente e eu não conseguia arrumar. Pra completar, o banheiro do lugar estava fechado e eu tive que ficar almoçando corcunda até ir embora."

A origem deste post! Claro que o pessoal das mídias sociais tinha que me zoar.

2. O estrago do batom vermelho

"Usar batom vermelho, beijar alguém na boca e ficar parecendo o Ronald McDonald"

A Mariana, aqui do escritório também, nos lembrou de algo dramático: o beijo com batom vermelho (ou qualquer outra cor forte).

3. Dois dramas em nossas vidas: o sapato que se estraga e o medo da menstruação

A Danili se lembrou de duas tragédias clássicas: a primeira, do sapato que se estraga quando você está no meio da rua. Comigo já aconteceu de tudo: desde o salto quebrar até o bico do sapato desgrudar do solado.

Mas nada supera aquela incômoda sensação que nos acompanha uma vez ao mês: basta dar um espirro para você achar que um verdadeiro dilúvio aconteceu. Na maioria das vezes, não é nada (louvemos), mas, às vezes, só um moletom para nos salvar.

Combo de dramas

"A sola do meu sapato descolou inteira. Fiquei descalça o dia todo. Eu corri atrás de um ônibus quando estava com dor de barriga, já sabe. Uma saia minha descosturou na parte de trás, virou fenda lateral, ninguém notou. Quando ainda não conhecia meus períodos, eu menstruei na escola e ninguém tinha absorventes pra me emprestar, eu passei frio porque usei o moletom pra esconder a mancha na minha calça. Eu caí que nem bosta no chão descendo uma rua íngreme com salto, nunca mais."

4. Borrar a maquiagem

"Chorar em público e estar com um rímel que não é à prova d'água"

Se for chorar, não esqueça da máscara a prova d´água

Quem nunca deixou algumas lágrimas escaparem em meio a uma cerimônia de casamento e só depois se deu conta de que a maquiagem não era à prova d’água? A Kauane, nossa leitora, conhece bem esse drama – e eu também. 

5. Espirro, agora não!

Você não poderia ter vindo antes?

Você está lá, passando a milésima camada de rímel, e vem aquela vontade de espirrar. O que você faz? Segura o espirro, tenta espirrar com os olhos abertos ou vira um panda?

6. O dramalhão da descoloração

Será que o meu cabelo vai aguentar?

Não importa quantas vezes você já tenha descolorido o seu cabelo, é simplesmente impossível não achar que desta vez ele vai cair todinho na sua mão – ou na mão do cabeleireiro.

7. Meia-calça, por que faz isso comigo?

É batata! É só você colocar aquela meia-calça novinha para ir à festa que ela vai rasgar quando você menos esperar. Se você for usar o truque do esmalte, cuidado com as consequências:

Aquele furo que aparece quando você acabou de sair de casa

A Renata Alves nos contou uma tática, mas já alertou para as consequências: " Usar a tática do esmalte quando a meia calça esta quase desfiando. Na hora do bofe tirar a meia, aquele pedacinho de esmalte colou na pele... grito." 

8. Unha quebrada

Essa foto é minha: eu consegui quebrar três unhas em meia hora

Você tem um casamento para ir na próxima semana e, por isso, passou dias cultivando as suas unhas para que elas fiquem belas na ocasião. O que vai acontecer? Elas vão se quebrar um dia antes da festa.

9. O zíper nem sempre resiste

Sabe quando a gente insiste em entrar naquele vestido que não usa há uns 5 anos? Pois é, às vezes ele até cabe, mas nem sempre o zíper, ou o próprio tecido, resiste. O importante é não perder o rebolado. 

Segura a emoção - e o tecido

Olha só esse depoimento da Ingrid Marlei: "Aquele momento em que seu vestido de formatura rasga a medida em que você anda: na frente, na lateral e pra acabar de completar, na festa seu namorado inventa de te carregar e seu vestido simplesmente arregaça no fundo!!!! Solução: Pega o blazer dele, amarra na cintura, toma umas tequila e finge que nada aconteceu" 

Você já passou por alguma situação dessas? Comente no Fórum do Mega Curioso

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.