(Fonte da imagem: ArmyTimes)

Ter um “sentido de aranha” como do famoso herói, capaz de fazer uma pessoa reagir a todo o tipo de acontecimento automaticamente, seria uma habilidade extremamente útil no campo de batalha, principalmente quando um ataque surpresa pode aparecer a qualquer instante.

Parece que o exército americano também acha isso, pois, de acordo com o site LiveScience, o Escritório de Pesquisa Naval está estudando uma forma de fazer com que seus soldados adquiram essa habilidade. Assim, novatos poderiam ser treinados para ter a intuição de um veterano antes mesmo de entrar no campo de batalha.

Mas como eles pretendem fazer isso? O segredo, ao que tudo indica, estaria em usar do “ensinamento implícito”, em que se absorve informação sem ter consciência do processo de aprendizado. Pode parecer uma ideia estranha, mas na verdade tem muito potencial para dar certo, já que passamos por esse tipo de aprendizado o tempo todo.

Embora a pesquisa tenha boas chances, ainda há muito a se fazer até chegar a um treinamento efetivo: os planos do Escritório de Pesquisa Naval incluem a medição da eficiência da intuição e do ensinamento implícito, para só então criar um modelo que possa ser usado nos soldados.

Além disso, ainda é preciso pensar em uma forma de adaptar o projeto para as necessidades individuais de cada pessoa e os efeitos do campo de batalha em alguém. Por isso, é melhor não esperar por soldados com sexto sentido tão cedo.