(Fonte da imagem: Reprodução/LifeHacker)

Você foi a um restaurante para um jantar com a sua namorada. A comida estava ótima, o vinho estava perfeito e o atendimento foi exemplar do começo ao fim da noite. Entretanto, ao retirar os pratos, o garçom acidentalmente esbarra no copo e um pouco de vinho cai na sua roupa. Você se lembraria da noite e do lugar como algo bom ou ruim?

De acordo com o psicólogo Peter Noel Murray, em artigo escrito para a publicação Psychology Today, o ser humano tem tendência a gravar de maneira mais forte a experiência que foge às expectativas. E, acredite, não fazemos isso por sermos pessimistas, mas sim por essa ser uma característica do nosso cérebro.

Por natureza, tendemos a interpretar aquilo que é bom como um comportamento “esperado”. Dessa forma, tudo que foge ao que era previsto, tende a ser compreendido pelo cérebro como uma espécie de “emoção” mais intensa. Por isso, em um momento em que há várias situações positivas, basta uma negativa para que ela se destaque e seja lembrada com mais facilidade.

Fonte: Psychology Today