Algumas são heroínas e nos ajudam a sobreviver. Outras são bandidas e querem nos contaminar. Sim, estamos falando das bactérias, essas pequenas criaturas que passam por nossas vidas diariamente e são necessárias para a existência da vida no planeta. Porém, muitas delas habitam em meio à sujeira e por isso é que devemos ser higiênicos.

Aliás, você já parou para pensar como existem coisas sujas ao nosso redor? Todos os dias, lidamos com objetos contaminados, mas nem sequer percebemos. Pensando nisso, criamos uma lista com oito coisas sujas que você utiliza quase que diariamente. Claro, além de ser curioso, este pequeno artigo serve para você ficar alerta e sempre cuidar da higiene.

1. Vaso sanitário

É bem provável que o toalete da sua casa seja bem limpo, porém, banheiros são lugares que têm grande propensão à acumulação de bactérias. Evidentemente, sanitários públicos são ainda mais sujos, afinal, nem todo mundo tem a mesma consciência quanto à higienização. Você não tem como deixar de utilizá-lo, mas fica a dica para sempre que possível usar assentos de papel para evitar o contato com bactérias.

(Fonte da imagem: Reprodução/Wikimedia Commons)

2. Sua boca

Tudo bem, você escova os dentes várias vezes por dia, mas mesmo com uma limpeza profunda, as bactérias não saem da sua boca. Isso porque muitas delas vivem ali para ajudá-lo. São milhões de bactérias que habitam esse espaço — por sinal, são mais de 700 espécies.

(Fonte da imagem: iStock)
Para evitar o aumento de bactérias, a dica é evitar levar a mão até a boca a todo o momento, principalmente se você acabou de largar um objeto sujo. Também não vale se esquecer de escovar os dentes, pois esse hábito ajuda a evitar problemas com cáries.

3. Maçanetas

Você nem deve notar, mas todos os dias sua mão passa por algumas maçanetas. É inevitável, você precisa utilizá-las para abrir as portas. Não há como estimar o número de bactérias que convivem em um desses dispostivos, afinal, muitas pessoas podem tocar nessa área. A solução? Sempre que possível lave as mãos, assim, você evita se contaminar.

(Fonte da imagem: Reprodução/Wikimedia Commons)

4. Dinheiro

Os cartões de crédito e débito vieram para facilitar as compras, mas muitas vezes precisamos utilizar notas comuns. Elas viajam por muitas mãos e são contaminadas por um número incontável de bactérias.

(Fonte da imagem: iStock)
Segundo um estudo do Wright Patterson Medical Center em Dayton (Ohio, EUA), uma cédula contém tantas bactérias que qualquer um poderia ficar doente. Você não vai conseguir deixar de usar dinheiro, mas vale sempre higienizar as mãos para evitar problemas maiores.

5. Teclado

Se você está lendo este artigo é porque em algum momento você digitou o endereço do Mega Curioso na barra de endereços. Esse periférico tão útil é contaminado diariamente, seja por sua mão, por restos de alimento que caem nas teclas ou até mesmo quando seu gato passa por cima dele.

(Fonte da imagem: iStock)
Quem usa computadores públicos deve tomar cuidado redobrado, afinal, muitas pessoas usam o mesmo teclado e raramente o periférico recebe uma boa limpeza. Portanto, após usar um PC, procure lavar bem as mãos.

6. Controle remoto

É difícil ficar um dia inteiro sem ligar a televisão. Muitas pessoas têm o hábito de pegar o controle da TV por assinatura e ficar horas seguidas mudando de canal. Assim como o teclado, o controle remoto também contém muitas bactérias, por isso você precisa mantê-lo sempre limpo e higienizar as mãos após o término do seu programa favorito.

(Fonte da imagem: Reprodução/Wikimedia Commons)

7. Telefone celular

Acredite se quiser, telefones celulares podem ser mais sujos do que vasos sanitários. O problema aqui são os pequenos orifícios, espaços entre teclas e também a temperatura elevada dos dispositivos.

(Fonte da imagem: Divulgação/Apple)
Além de tudo isso, é comum que amigos utilizem seu aparelho, o que aumenta ainda mais as chances de criar um lar para as bactérias. As dicas você já conhece: mantenha o gadget limpo e lave sempre as mãos.

8. Carrinho de compras

Claro, você não vai ao mercado todos os dias, mas em algum momento você precisa fazer compras. Muitas pessoas usam os carrinhos de supermercado, o que os torna verdadeiros veículos de bactérias. Determinados estabelecimentos até realizam a limpeza desses itens, mas de qualquer forma, essa higienização não é feita a todo instante.

Bactéria E. coli (Fonte da imagem: Reprodução/Wikimedia Commons)

Uma pesquisa da Universidade do Arizona revelou que de uma amostra de 87 carrinhos, 50% estavam contaminados com a bactéria E. coli (presente no intestino humano). Esses veículos carregam bactérias, saliva e até matéria fecal — como a bactéria citada. Portanto, previna-se e evite uma contaminação.

Enfim, nossa lista acaba aqui, mas é claro que existem centenas de outros objetos que devem ser manuseados de forma higiênica para evitar problemas à saúde. Portanto, não esqueça: depois de usar o computador, lave bem as mãos!