(Fonte da imagem: Reprodução/Dvice)

Uma pesquisa publicada neste mês na revista Scientific American defende que em vez de tomar leite e comer carne de frango, deveríamos comer insetos. A proposta, segundo os autores do estudo, é encontrar soluções tão nutritivas quanto às atuais, mas que sejam ecologicamente sustentáveis.

O estudo revelou que manter uma fazenda para a produção de leite, carne de porco, carne de frango ou carne de boi aumenta consideravelmente as emissões de poluentes, contribuindo para o aquecimento global. Caso fossem mantidas fazendas de insetos, o gasto de energia seria menor e também não haveria prejuízos para a alimentação humana.

Outro impacto positivo que o consumo de insetos poderia provocar é o fato de que seriam necessárias áreas menores para o cultivo, diminuindo o desmatamento e ampliando a quantidade de produção de alimento por metro quadrado. E aí, você topa trocar o franguinho frito pela farinha de larva?