O horário em que você come faz toda a diferença na dieta

21/05/2012 às 06:052 min de leitura

Fonte: Thinkstock

Comer gordura pode não ser tão prejudicial à dieta quanto se alimentar fora de hora. A revelação é de uma pesquisa publicada em maio no periódico Cell Metabolism, realizada pelo Salk Institute for Biological Studies, na Califórnia.

Os pesquisadores concluíram que o ganho de peso é influenciado não apenas pela ingestão de um número grande de calorias, mas também por ingeri-las em momentos inapropriados do dia.

Conforme explica a Fox News, para chegar a esse resultado os especialistas submeteram dois grupos de camundongos a dietas diferenciadas. O primeiro podia ingerir alimentos ricos em gordura por até oito horas em um dia, enquanto o segundo deverias se alimentar da mesma forma, mas sem a restrição de horários.

Ao fim do período de observação, que foi de 18 semanas, os animais do segundo grupo ganharam mais peso. Em contrapartida, os do primeiro ganharam 28% a menos de peso e ainda ficaram protegidos contra a obesidade, além de sofrerem menores danos no fígado, apesar de terem consumido um número alto de calorias.

Assim, para os pesquisadores, restringir o horário para as refeições pode ajudar as pessoas a se manter longe das gordurinhas extras. Isso porque, segundo o líder do estudo, Satchidananda Panda, todo organismo tem um relógio, o que significa que existem momentos em que nossos órgãos funcionam melhor, enquanto em outros eles ficam em repouso. Nesses períodos de descanso, consequentemente o corpo se torna mais lento para digerir os nutrientes, o que favorece o acúmulo de gordura.

Além da dieta

Fonte: Thinkstock

O conhecimento dos ciclos metabólicos é importante não apenas para manter a silhueta em ordem, mas também para manter os níveis de colesterol de acordo com o recomendado pelos médicos. Por isso, é importante observar em quais horas do dia o seu organismo está em pleno funcionamento, para usar isso a favor da dieta e da vida saudável.

Apesar da boa notícia, os pesquisadores ressaltam que ainda é preciso desenvolver estudos específicos que comprovem que o corpo humano se comporta da mesma maneira. Mesmo assim, vale a pena abrir mão daquele lanchinho no fim da noite e comprovar os benefícios.

Fonte
Imagem

Últimas novidades em Saúde/bem-estar

NOSSOS SITES

  • TecMundo
  • TecMundo
  • TecMundo
  • TecMundo
  • Logo Mega Curioso
  • Logo Baixaki
  • Logo Click Jogos
  • Logo TecMundo

Pesquisas anteriores: