Boato na China: nora e sogro marcam encontro amoroso sem saber quem são
15
Compartilhamentos

Boato na China: nora e sogro marcam encontro amoroso sem saber quem são

Último Vídeo

Que atire a primeira pedra quem nunca contou uma mentirinha na internet. Pois é, às vezes acontece de termos outro nome ou acabarmos revelando uma idade diferente em alguma conversa online, não é mesmo?! Mas esse tipo de comportamento tão comum na rede acabou gerando uma grande confusão na China. Confira!

A história

Fonte da imagem: Reprodução/Daily Star

Por pior que possa ser o primeiro encontro entre duas pessoas, nada supera o que supostamente aconteceu com Wang Pai e Lili. A história que se espalhou na mídia chinesa conta que os dois se conheceram online e marcaram um encontro em um hotel na cidade de Muleng, na China.

O problema é que, assim que se viram pessoalmente, eles perceberam que Wang, de 57 anos, era o sogro de Lili, de 28 anos. Toda a confusão começou porque Wang Pai usava a foto de um amigo em seu perfil e Lili, além de também usar uma foto falsa, escolheu o nome de Ming Chen enquanto conversava com seu sogro sem saber.

Para piorar a situação, Wang Jai, filho de Wang Pai, encontrou uma série de emails suspeitos no computador da esposa e resolveu segui-la até o hotel na esperança de desmascarar a traição. O que ele não esperava era se deparar com seu próprio pai.

O restante da história que surgiu na imprensa é digno de uma novela mexicana: a mulher teria fugido e se deparado com seu marido no meio do corredor, que começou a gritar quando entendeu o que estava acontecendo. O filho, que quase foi traído pelo pai e pela esposa ao mesmo tempo, teria agredido os dois, deixando a mulher sem dois dentes e o pai com uma fratura no crânio que o teria feito parar no hospital. Depois desse engano todo, Wang Jai teria sido detido por cinco dias.

O boato

Fonte da imagem: Reprodução/Behind The Wall

Por mais complexa que pareça a história que se espalhou na mídia internacional e impressionou os chineses, ela não passa de um grande boato e tudo indica que foi inventada por Wei Hongji, um repórter da Muleng Television. O jornalista teria fornecido fotos do caso, mas ninguém se preocupou em averiguar as informações.

O boato foi confirmado depois que a polícia da cidade não encontrou fatos que confirmassem a história. Isso fez com que o jornal Heilongjiang Morning Post, que foi o primeiro a publicar a notícia, soltasse uma nota pedindo desculpas.

“Pedimos sinceras desculpas aos leitores por termos publicado uma notícia sem fazer uma investigação mais profunda”, dizia a nota.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.