Hobbits orientais: mais de 30 milhões de pessoas vivem em cavernas na China
253
Compartilhamentos

Hobbits orientais: mais de 30 milhões de pessoas vivem em cavernas na China

Último Vídeo

Responda rápido: como é a China? Nós vamos ajudar: é um país imenso, com muita gente, muitos carros, muita confusão, muita comida estranha, muitos prédios e muitas construções. Tudo grande, imenso, cheio. Em partes, a descrição não é errada, mas o que algumas pessoas desconhecem é o fato de que muita gente vive na China em cavernas, como se fossem hobbits de olhinhos puxados.

O país com maior número de habitantes no mundo tem grandes centros como Shangai, Pequim e Hong Kong, mas fora dessas regiões, em lugares desconhecidos por nós, mais de 30 milhões de chineses vivem em cavernas, ou ainda yaodong, como esses lugares são conhecidos.

Casa ou cenário?

Fonte da imagem: Reprodução/BBC

Um dos lugares com bastantes casinhas de hobbits se chama Shaanxi. Muitos chineses construíram suas casas lá devido à qualidade do solo, ideal para ser cavado.

A arquitetura das cavernas é realmente parecida com a das casas de hobbits descritas nas obras de Tolkien, contando com portas pequenas, formatos arredondados e praticamente embaixo da terra. No entanto, se você pensa que esses moradores estão lá porque são todos fãs das histórias do escritor, você está bastante enganado: as cavernas são bonitinhas, mas são escolhidas como moradia não devido à sua estética, mas ao preço alto de aluguel nas maiores cidades chinesas.

Economia

Fonte da imagem: Reprodução/nydailynews

Enquanto um apartamento comum pode custar mais de US$ 1 mil por mês, uma caverna custa o equivalente a US$ 30. As vantagens também estão presentes para aqueles que se importam com questões ambientais, afinal esse tipo de casa é muito menos poluente do que um apartamento – sem contar que as estruturas são tão resistentes que nem mesmo terremotos as abalam.

As cavernas geralmente têm vários quartos, camas, eletricidade, água encanada e todos os recursos necessários para viver bem. Quem procura esse tipo de moradia, no entanto, são apenas as pessoas mais velhas. E se essas construções existissem aqui no Brasil? Você moraria em uma delas?

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.