Estalo, sangue e muita dor: fratura de pênis faz homem chorar na Irlanda
78
Compartilhamentos

Estalo, sangue e muita dor: fratura de pênis faz homem chorar na Irlanda

Último Vídeo

Um irlandês do condado de Donegal, segundo médicos que o atenderam, sofreu uma fratura no pênis enquanto matinha relações sexuais com sua namorada, Clarissa Cairns, de 22 anos. Alan Parke contou ao Irish Mirror que ouviu um “estalo e que de repente havia sangue por tudo”.

Após a situação inusitada, o casal se dirigiu ao Hospital Geral de Letterkenny, onde os médicos disseram que era a primeira vez que viam um caso como o dele. Parke acabou sendo transferido para outro hospital, em Galway, e foi submetido a uma cirurgia emergencial para reparar o dano na sua genitália.

Clarissa contou ao site irlandês que os vizinhos do casal chegaram a ouvir Alan chorando de dor no momento em que aconteceu a fratura. “Eles (os vizinhos) disseram que Alan gritava feito uma criança”, completou.

Alan confirmou que nunca sofreu uma dor tão grande antes. No local onde ele foi operado, os médicos contaram ao rapaz que havia uma fratura na região genital. “Mesmo não existindo ossos na parte afetada, eles disseram que estava caracterizada uma fratura. O sangramento era enorme e eu não consegui controlar”.

Clarissa Cairns e Alan Parke: casal teve problemas em noite de amor

O irlandês ficou afastado do trabalho por oito semanas, de cama, e sofreu com sangramentos durante todo esse período. Mesmo assim, o tratamento foi bem-sucedido. Após o tempo sem trabalho (e sem sexo), Alan se recuperou totalmente.

Fratura peniana é rara, mas não é novidade

Apesar da raridade dos casos registrados de fratura do pênis, a situação não é novidade. Em 2012, o Mega Curioso publicou uma matéria sobre um artigo produzido pelo cirurgião e urologista Andrew Kramer. O médico acompanhou o tratamento de 16 pacientes que passaram pela mesma situação de Alan Parke.

Sem grandes riscos de danos permanentes, a fratura acontece por meio de “acrobacias” ou em casos de relações sexuais sob forte estresse. Em uma das conclusões obtidas pelo estudo, o médico alega que a dor é muito intensa, muito superior à da fratura de um braço ou de uma perna. 

Via EmResumo.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.