Família de caçadores de tesouros encontra fortuna na costa da Flórida
16
Compartilhamentos

Família de caçadores de tesouros encontra fortuna na costa da Flórida

Último Vídeo

Nas águas que formam o litoral da Flórida, existe uma região conhecida como Costa do Tesouro. E o nome não é apenas uma homenagem à era de ouro dos piratas, apesar de realmente parecer algo assim. Naquela área em específico foram registrados diversos naufrágios de embarcações abarrotadas de ouro e joias durante a época em que as terras americanas eram colônias dos impérios europeus.

A família Schmitt vive há anos na região, como subempreiteiros da companhia 1715 Fleet-Queens Jewels LLC, que possui os direitos de vasculhar aquela área em busca dos milhões de dólares em forma de tesouros que ainda permanecem no fundo do mar. No passado, membros da família de mergulhadores/caçadores de tesouro já haviam localizado alguns artefatos naufragados, entre eles uma corrente de ouro com mais de 18 metros de comprimento.

No entanto, isso não chega nem perto da descoberta mais recente deles. Enquanto usava um detector de metais na areia da praia, Eric Schimtt achou uma moeda de ouro, depois outra e outra. No total, ele desenterrou mais de 50 moedas, incluindo uma Tricentennial Royal, forjada pela coroa espanhola em 1715, além de mais de 12 metros de pedaços de corrente de ouro, em um total estimado em mais de US$ 1 milhão.

O tesouro encontrado por Eric Schmitt - Imagem: 1715 Fleet-Queens Jewels LLC

Somente a Tricentennial - que aparece bem no centro da imagem acima, com o desenho de um escudo, vale mais de US$ 500 mil, e só há o conhecimento da existência de seis delas em todo o mundo. De acordo com as leis da Flórida, 20% dos tesouros e achados mais raros devem ir para exposições em museus, enquanto o restante será dividido entre a família Schmitt e a companhia a quem essa presta serviços.

Se você encontrasse um tesouro naufragado, o que compraria com o dinheiro que receberia? Comente no Fórum do Mega Curioso

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.