Alunos em protesto assistem aula sem roupa [vídeo]
432
Compartilhamentos

Alunos em protesto assistem aula sem roupa [vídeo]

Último Vídeo

O ano é 2013, mas alguns costumes arcaicos ainda são levados adiante. Uma sociedade deve ter regras? É claro que deve, porém, é preciso sempre entender o limite entre regra social e autoritarismo, não deixando de analisar, é claro, as funcionalidades dessas regras.

A Hungria tem passado por alguns momentos polêmicos desde que o reitor da Universidade de Kaposvar resolveu implantar novas normas comportamentais: os homens só poderiam assistir às aulas se estivessem de terno escuro e sapatos enquanto que as mulheres deveriam vestir roupas sociais e usar peças como blazers e saias longas. A novidade tinha a intenção de impedir que alunos usassem chinelos, sandálias, saias, vestidos, bermudas e afins.

Revolta

Fonte da imagem: Reprodução/HuffingtonPost

É lógico que alguns lugares exigem o uso de um uniforme, mas por motivos bem diferentes, geralmente quando o assunto é trabalho ou educação infantil. Os estudantes ficaram revoltados com as exigências e decidiram fazer uma manifestação, contando com a ajuda de uma professora, que cedeu sua aula para que eles pudessem protestar.

Os alunos de uma sala resolveram, então, assistir a uma aula sem roupa. Foi essa a maneira que eles encontraram de chamar a atenção da mídia e, consequentemente, dos governantes, que analisaram as exigências do novo reitor e as classificaram como “inaplicáveis”. Ficou curioso para saber como foi essa aula? Assista ao vídeo abaixo e depois nos conte o que você acha desse tipo de proibição.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.