Por que as pessoas ficam vendo as redes sociais de seus ex?
706
Compartilhamentos

Por que as pessoas ficam vendo as redes sociais de seus ex?

Último Vídeo

Você e aquela pessoa – aquela, sabe, que um dia fez seu coraçãozinho bater mais depressa – já não estão juntos, afinal nem sempre as pessoas ficam juntas, e o que era para ser uma página virada do seu livro da vida acaba por se transformar em seu objeto de stalkeamento constante. No fundo, você sabe que não gosta mais da criatura, mas simplesmente não consegue deixar de acompanhar a movimentação dela nas redes sociais. A pergunta é: por quê?

A verdade é que você não está sozinho nessa empreitada, e um estudo realizado pela The University of Western Ontario revelou um dado supreendente: 88% dos usuários do Facebook já perderam algum bom tempo de suas vidas stalkeando a vida de outra pessoa.

A pesquisa mostrou que as pessoas bisbilhotam o perfil de seus antigos parceiros por motivos que vão desde curiosidade até se divertir com o que pode ter se tornado a vida alheia após o fim.

Típico

A psicóloga Pamela Rutledge, que estuda comportamento em redes sociais, nos explica que as pessoas são programadas para prestar atenção em outras pessoas e que, no caso de términos de relacionamentos, muitas vezes queremos ter a certeza de que ninguém vai conseguir nos substituir de verdade: “Nós queremos uma afirmação de que nós somos valorizados ou de que somos uma boa pessoa, então nós estamos esperando que sem a gente, eles estejam um pouquinho tristes ou que sofram um pouco”, disse ela, em declaração publicada no Mental Floss.

A especialista nos lembra de que, embora a relação tenha acabado, é normal vasculharmos a vida da outra pessoa pelo simples fato de que ela teve um significado especial em nossas vidas, mesmo quando já não temos qualquer contato com ela.

É possível, no entanto, que pessoas desequilibradas de alguma forma acabem sofrendo ao ver a vida alheia ou, ainda, representando algum tipo de perigo para a vida de quem stalkeiam – por isso, se você saiu de um relacionamento abusivo, por exemplo, o ideal é manter todas as suas publicações privadas e não adicionar estranhos.

Geralmente, no entanto, dar aquela espiada na vida do outro não representa perigo, e com o passar do tempo é bem possível que a curiosidade vá acabando e que cada um siga a sua vida normalmente. A especialista nos diz que é importante não dedicar muito tempo analisando a vida dos outros, e que se isso acontecer, é possível que haja algum problema na forma como nos relacionamos com nosso passado. Se isso parece ser o seu caso, buscar ajuda psicológica pode ser realmente uma boa ideia.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.