164
Compartilhamentos

Para ganhar diploma, universitários chineses são incentivados a emagrecer

A obesidade é um dos maiores problemas da humanidade nos dias de hoje. Uma série de doenças estão relacionadas a isso, como elevação da pressão arterial, diabetes e problemas cardíacos. Na China, que tradicionalmente foi um país mais enxuto, agora a população também está passando pelas mesmas complicações que os ocidentais por conta do peso.

Para incentivar que os alunos se tornem mais fitness, a Universidade de Agricultura de Nanjing, na cidade de Jiangsu, a 1 mil quilômetros de Pequim, implementou um programa no qual os estudantes precisam entrar em forma para conseguir seu diploma de graduação.

O projeto criado por Zhou Quanfu impõe que 60% da nota de cada aluno dependem da quantidade de peso perdido por ele em um determinado período. Apenas 40% da nota vêm diretamente do conteúdo lecionado em sala de aula. A ideia é que os estudantes percam 7% do peso inicial no final do semestre para conseguir gabaritar as notas!

AbdominalGalera está ralando muito para passar de ano

Mas nem todos estão pré-qualificados para participar desse esquema curricular. Apenas aqueles cuja porcentagem de gordura esteja superior a 30% e/ou um IMC acima de 28 podem fazer pare do projeto. Esse índice de massa corporal (IMC) é calculado dividindo o peso pela altura ao quadrado.

Os universitários normalmente praticam 1 aula de educação física por semana, mas essa quantidade é triplicada por quem adere à proposta de emagrecimento. Os treinos envolvem corridas, escaladas, musculação e abdominais. A alimentação também precisa ser mais controlada, já que o exercício físico por si só não resolve muita coisa.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.