Será que cigarros eletrônicos não fazem mal à saúde?
340
Compartilhamentos

Será que cigarros eletrônicos não fazem mal à saúde?

Último Vídeo

Os cigarros eletrônicos estão cada vez mais populares, e não é difícil encontrar pessoas que, na tentativa de parar de fumar o cigarro normal, acabam aderindo à moda dos vaporizadores.

O problema maior está no fato de que esse produto oferece uma opção maior de essências com sabores, e isso chama a atenção também do público mais jovem e de pessoas que não costumavam fumar o cigarro normal.

Atraídas pela lógica irreal de que esse tipo de cigarro não faz mal à saúde, mais e mais pessoas fazem uso do produto nos mais variados ambientes e momentos. Mas será mesmo que o cigarro eletrônico é inofensivo?

A realidade é que de inofensivo esse produto não tem nada, e pesquisadores da Universidade da Carolina do Norte descobriram que o cigarro eletrônico apresenta substâncias que causam danos pulmonares graves, além de doenças como fibrose cística, lúpus e psoríase.

Melhor nem experimentar

Tosse

Os cientistas descobriram também que as pessoas que fumam esse tipo de cigarro têm uma secreção de muco associada à bronquite crônica e à asma. “Há essa confusão sobre se os cigarros eletrônicos são mais seguros do que os cigarros comuns porque os efeitos adversos dos cigarros eletrônicos só começaram a ser estudados agora”, explicou o Dr. Mehmet Kesimer, líder da pesquisa divulgada pelo The Independent.

De acordo com ele, a verdade é que os modelos eletrônicos podem ser tão perigosos quanto os cigarros comuns, embora as pesquisas revelem que os danos pulmonares provocados pelos modelos eletrônicos são únicos – a questão é deixar claro que esse tipo de cigarro não é nada inofensivo e não deve ser considerado uma alternativa saudável.

Para chegarem a essas conclusões, os pesquisadores analisaram amostras de catarro de 44 pessoas – entre elas, fumantes de cigarro comum, de cigarro eletrônico e não fumantes. Os resultados revelam que é melhor ficar longe tanto do tabagismo comum quanto do eletrônico, e, se você nunca experimentou nenhum desses tipos de cigarro, continue assim: a melhor coisa que você faz é nunca dar uma chance para esse vício.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.