Saiba por que ferimentos na boca cicatrizam tão rápido
26
Compartilhamentos

Saiba por que ferimentos na boca cicatrizam tão rápido

Último Vídeo

Você já reparou que quando machuca sua boca, seja tomando um líquido muito quente ou comendo algo pontiagudo, ela se recupera rapidamente? É bem ao contrário daquele pequeno corte no dedo feito com uma folha de papel, que parece levar semanas para fechar. Muitos fatores influenciam nessa recuperação, mas um estudo feito em 2017 mostrou que nossa saliva possui uma molécula que auxilia o crescimento de novas células.

1

A presença do peptídeo chamado histatina-1 na saliva já era conhecida, sendo ele útil no combate a bactérias e ajudando a curar ferimentos. O foco desse novo estudo, publicado no periódico FASEB, foi a forma específica como esse peptídeo auxilia a cura. Em uma série de experimentos, cientistas chilenos adicionaram a histatina-1 a embriões de galinhas, assim como a vários tipos de células sanguíneas humanas, e observaram o que aconteceu em cada um.

Como um ferimento se fecha

Existem várias etapas até que um ferimento cicatrize por completo. Células ativas chamadas fibroblastos se movem para a região, ajudando a produzir colágeno, elastina e outras proteínas, que serão necessários para a reconstrução da pele. Esses elementos se posicionam nas bordas da ferida, fazendo com que ela vá diminuindo cada vez mais. Novos vasos sanguíneos também precisam ser criados, e para isso o corpo aumenta o fluxo sanguíneo na região, fazendo com que ela se recupere de maneira mais eficaz.

A descoberta foi que a histatina-1 é utilizada em todos esses processos. Ela não apenas faz com que as novas células se desloquem e fixem na ferida, como também ajuda na reconstrução dos vasos sanguíneos.

Os cachorros estão certos?

Então os cachorros estão certos quando lambem suas feridas? Deveríamos fazer o mesmo? Tanto para nós quanto para eles, não é bem por aí. A pesquisa não incluiu animais, mas eles não usam o colar elizabetano à toa. Já nossa boca possui cerca de 650 tipos diferentes de bactérias, e por isso o melhor é utilizar os métodos já conhecidos de limpar a ferida e, muitas vezes, deixá-la coberta com um curativo.

Lamber feridasLamber feridas não é recomendado para ninguém

E sinto informar, mas os beijos que sua mãe dava nos seus machucados também não adiantavam grande coisa. Sem querer criar brigas familiares, mas isso foi comprovado em um estudo feito em 2016, chamado “Beijos maternos não são eficazes para aliviar pequenos ferimentos (dodóis) na infância: um estudo randomizado, controlado e as cegas”. Não é brincadeira, você pode ver o estudo clicando aqui.

Resultados práticos

Os cientistas chilenos esperam que, com os resultados desse estudo, seja possível desenvolver novos medicamentos, baseados na histatina-1, que recuperem ferimentos de forma mais rápida. Enquanto essas novidades não aparecem nas farmácias, o melhor é tentar não se machucar; se isso acontecer, não tente utilizar a saliva como curativo, pois as consequências podem não ser tão boas quanto as de uma simples limpeza no local.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.