Laboratório russo com estoque de vírus mortais sofre explosão

Laboratório russo com estoque de vírus mortais sofre explosão

Último Vídeo

Explosões, incêndios e acidentes nucleares na Rússia sempre são motivo de preocupação e alarme, afinal, parecem anteceder o próprio apocalipse. Nesta semana, uma explosão em um laboratório russo preocupou mais uma vez. A instalação estoca amostras de vírus letais como o do ebola e da varíola, que matou 300 milhões de pessoas só no século XX.

A explosão aconteceu na última segunda-feira (16), na cidade de Koltsovo, a aproximadamente 20 km da terceira cidade mais populosa do país, Novosibirsk. Apesar de armazenar vírus mortais, o acidente no laboratório não é motivo para pânico, de acordo com o noticiário local. As informações são de que os bombeiros controlaram o fogo, que atingiu apenas uma área de 30 metros quadrados. O acidente, afirma o noticiário, não danificou as estruturas de suporte do edifício e não há risco para a população.

Foto: Wikimedia Commons

A explosão de gás causou um incêndio no Vector, o Centro Estadual de Pesquisa em Virologia e Biotecnologia, um dos dois únicos locais do mundo autorizados a armazenar os vírus da varíola. Especialmente por isso, a notícia da explosão causou preocupação e comoção. A doença, de acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), foi erradicada em 1979 após um programa global de vacinação. Além do Vector, o Centro de Controle e Prevenção de Doenças em Atlanta, nos Estados Unidos, também armazena exemplares do vírus.

As circunstâncias da explosão, que segundo o prefeito da cidade não estava ligada a experimentos científicos, estão sendo verificadas pelas autoridades reguladoras locais. Após o resultado da auditoria realizada no local, será tomada uma decisão processual final, informam os noticiários locais. Uma pessoa teve ferimentos leves com o acidente.

 

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.