Ano Novo, Dieta Nova? Existe alimento milagroso que ajuda a emagrecer?

Toda segunda-feira é o dia oficial do início das dietas, não é mesmo? Agora, se tratando da primeira segunda-feira do ano tenho certeza que você está se cobrando mais do que deveria. Não é do dia para a noite que toda a gordura que você deseja eliminar irá sumir, e não é nenhuma substância ou alimento milagroso que irá fazer isso acontecer.

Infelizmente, não existe este tal alimento milagroso que todos procuram, nenhum alimento isoladamente vai ativar o processo de emagrecimento, como também nenhum outro isolado vai te engordar, pelo simples fato de que: você apenas emagrece se ocorrer o deficit calórico no final do dia, ou você engorda se ingerir mais calorias do que gastou.

(Fonte: PIxabay/Reprodução)
(Fonte: PIxabay/Reprodução)

Nós somos movidos e temos o incansável desejo de mudança, mas muitas vezes queremos escolher a alternativa convenientemente mais fácil. Ou até mesmo achamos que atitudes drásticas resolverão certos problemas que devem ser cuidados com extrema responsabilidade. Assim que surgem dietas da moda ou restritivas, sucos detox, chás emagrecedores, jejum intermitente, desenvolvimento de transtornos alimentares e purgação.

Dietas da moda não são seguras e toda dieta deve ser feita de modo individualizado e personalizado para que atenda às necessidades específicas de cada pessoa. Dietas restritivas apenas desanimam o paciente a ingressar à uma vida saudável e também há uma maior tendência à compulsão alimentar. 

Já os sucos detox não desintoxicam o nosso organismo, nosso corpo conta com o fígado e os rins para tais funções. Mas, é inegável que o suco detox participa da nutrição, pois, possui muitas vitaminas, minerais, fibras, ele melhora o sistema imunológico além de possuir muito antioxidantes. Ele pode ser feito com inúmeros alimentos, mas os mais comuns são: pepino, couve, frutas cítricas, beterraba, gengibre.

(Fonte: Freepik/Reprodução)
(Fonte: Freepik/Reprodução)

Chás emagrecedores também estão longe de existir, seria ótimo se fosse verdade, mas não é. Chás ajudam na eliminação de água, e consequentemente quando subimos na balança vemos que perdemos peso, mas apenas desidratamos e desinchamos, a gordura não foi perdida, O jejum intermitente pode ser sim, uma estratégia muito interessante, desde que você não resolva praticá-lo sozinho e sem a orientação de um Nutricionista, pois, ele não pode ser praticado por quem tem alguns certos tipos de comorbidades.

E finalmente, o desenvolvimento de transtornos alimentares, como a anorexia, a bulimia, que fazem muitas pessoas escravas em troca de uma aparência que se encaixa nos “padrões da sociedade”. Também utilizam a purgação, como a excessiva prática de exercícios físicos e o uso de laxantes.

Comece 2021 renovando as ideias e mudando sua forma de pensar. Milagre existe? Não! Então que não percamos tempo com o que não irá resolver, e que tenhamos foco em estratégicas que nos darão à longo prazo ótimos resultados, tanto estéticos como para a saúde do organismo.

(Fonte: PIxabay/Reprodução)
(Fonte: PIxabay/Reprodução)

Somente com a reeducação alimentar, combinada com a prática de exercícios físicos, ingestão apropriada de água, uma boa rotina de sono, equilíbrio mental, que você poderá alcançar seus objetivos. É realmente a fórmula perfeita, mas estes itens sempre têm que andar juntos.

Que tal parar de usar meios desesperados e realmente seguir a dica da Nutricionista? Vamos falar de reeducação alimentar. O que é a reeducação alimentar?

Nada mais é do que adotar hábitos saudáveis na rotina, como introduzir de maneira gradual alimentos essenciais: frutas, legumes e verduras, fibras, proteínas magras, carboidratos complexos, e, gorduras boas. Praticar uma boa alimentação que irá trazer uma conformação e adaptação do paladar tornando-se algo extremamente natural. A grande vantagem da reeducação alimentar é que ela evita o efeito sanfona que as dietas restritivas ocasionam por gerarem compulsão alimentar. Reeducação é sinônimo de estilo de vida, um estilo de vida saudável, sem industrializados, refrigerantes, açúcar refinado, sódio em excesso, e, alimentos gordurosos.

(Fonte: Freepik/Reprodução)
(Fonte: Freepik/Reprodução)

Estabeleça metas, tenha calma. Lembre-se, sempre consulte um profissional capacitado e habilitado como, por exemplo, o nutricionista e um médico nutrólogo.

***

Marcela Andrade, colunista semanal do Mega Curioso, é bacharel em Comunicação Social com habilitação em Relações Públicas, bacharel em Nutrição, perita judicial na área da Nutrição e pós-graduanda em Saúde Pública com ênfase em Estratégia Saúde da Família.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.