04
Compartilhamentos

Existe segredo para se viver bem?

Saber viver é a chave. Buscar bons pensamentos mesmo em uma atmosfera difícil. Se adaptar, ser e escolher o melhor desta adaptação. Nem sempre as regras impostas para você ao longo da vida são as que realmente lhe fazem feliz. Tem que seguir as convicções, os instintos de natureza benéfica para resultados positivos. Manter a homeostase positiva, mediante a bons pensamentos que possam ajudar neste equilíbrio primordial para o bem estar.

Nossos pensamentos são a chave para o melhor desempenho do nosso cérebro e ele conduz as sensações.

Não há melhor mecanismo do que a inteligência e o conhecimento — eles te dão maior leque de opções para melhores decisões. Inventamos um monte de coisas, de "troços", que justifiquem o estado de plenitude que é a verdadeira felicidade. Quando a realidade sobre a felicidade está na homeostase, neste equilibro, na consciência tranquila.

O mecanismo é simples: o organismo em homeostase tende a trabalhar melhor sem impedimentos que o façam liberar neurotransmissores que tragam uma boa sensação. Quando há pendências, há mais ansiedade e quando há mais ansiedade, arremetemos a regiões do cérebro que trazem pensamentos negativos pelo simples fato de um instinto acionado. E isso é um ciclo que quanto mais entra nele, mais se aprofunda, como uma areia movediça.

O que nos constrói são elementos químicos, assim também são nossos mensageiros, químicos, que transportam as mensagens em nosso cérebro, entre neurônios, e seu bom funcionamento depende de nossas escolhas, hábitos, caso não haja uma interferência, como lesões ou enfermidades. Mas nosso mal comportamento também resulta em problemas.

Estudos comprovaram que muitas doenças, como demência, poderiam ter sido evitadas se os hábitos comportamentais ao longo da vida fossem outros.

Desligue-se um pouco do mundo, da mídia social, dos sites de notícias tendenciosos ou trágicos. Busque mais conhecimento, entenda o porquê das coisas, faça a plasticidade cerebral para que seus neurônios estejam mais fortes e conectem com sinapses mais reforçadas com melhor desempenho.

Por isso estou aqui, no Mega Curioso, onde sempre fui um leitor e agora colunista, para tentar levar um pouco do conhecimento, algo tão valioso que me dedico diariamente em absorver, mas que não quero deixar guardado na cachola, pois conhecimento é feito para ser passado adiante ou perde o sentido. Por isso esse site me chamou atenção desde muito tempo. Levar conhecimento é levar vida, ambos estão interligados e servem como remédio para o bem estar.

***

Fabiano de Abreu Rodrigues, colunista do Mega Curioso, é Doutor e Mestre em Psicologia da Saúde pela Université Libre des Sciences de l’Homme de Paris; Doutor e Mestre em Ciências da Saúde na área de Psicologia e Neurociência pela Emil Brunner World University; Mestre em psicanálise pelo Instituto e Faculdade Gaio, Unesco; Pós-Graduação em Neuropsicologia pela Cognos de Portugal; Três Pós-Graduações em neurociência; cognitiva, infantil, inteligência artificial, Pós-Graduação em Psicologia Existencial e Antropologia, todas pela Faveni do Brasil; Especialização em Propriedade Elétrica dos Neurônios em Harvard, Neurociência Geral em Harvard; Especialista em Nutrição Clínica pela TrainingHouse de Portugal; Idealismo Filosófico e Visões do Mundo – Universidade Autônoma de Madrid, Introdução à Filosofia da Passagens Escola de Filosofia, História de La Ética pela Universidad Carlos III de Madrid, MBA em Psicologia Positiva – Autorrealização, Propósito e Sentido de Vida – PUC RS.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.