Jovem que sofreu bullying por causa de sua aparência quer ser Miss Universo
965
Compartilhamentos

Jovem que sofreu bullying por causa de sua aparência quer ser Miss Universo

Último Vídeo

A infância de Evita Patcey Edgar Delmundo foi marcada por muito bullying e pela sensação de inadequação e de isolamento. Chamada de “monstro” frequentemente pelos colegas de classe, conforme contou à revista Elle, Evita sofreu muito por causa da reação das pessoas diante marcas com as quais nasceu em todo o corpo.

Pelo estranhamento que sua aparência causava às outras crianças, ela cresceu sem fazer amizades e se recorda de momentos tristes, quando duas crianças reclamaram por ter que ficar ao lado dela, a pedido de uma professora: “Eu disse a elas que elas poderiam ir embora e elas foram imediatamente. Basicamente, eu era uma garota solitária”, revelou, em declaração publicada no Bored Panda.

Mudança de paradigma

A autoaceitação veio apenas aos 16 anos, quando foi bem recebida pela primeira vez em um grupo de sua igreja. A partir daí, ela disse ter aprendido a se amar e a se relacionar com as outras pessoas sem ter medo. Se antes ela só pensava em remover as pintas, depois dessa experiência de aceitação, ela passou a gostar de sua própria aparência, finalmente.

Hoje Evita tem 20 anos e trabalha como atendente em um café. Ela resolveu desafiar o olhar das pessoas ao participar de uma audição pré-seletiva, no último dia 17, para o concurso de Miss Universo. O resultado ainda não saiu, mas mesmo que ela não seja chamada, sua história começou a ser divulgada e agora Evita pode mostrar ao mundo que tem muito orgulho de si e da sua beleza. Só por isso ela já tem toda a nossa torcida e admiração.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.