Médico avalia os possíveis problemas de sono dos super-heróis
01
Compartilhamento

Médico avalia os possíveis problemas de sono dos super-heróis

Último Vídeo

Você já percebeu que raramente vemos os nossos super-heróis favoritos tirando uma soneca? São raros os momentos nos quais eles parecem desfrutar de algumas horas de sono e, na verdade, eles parecem estar sempre alertas, 24 horas por dia, os sete dias da semana. Mas e se esses justiceiros fantásticos fossem pessoas de verdade, como é que eles lidariam com esses evidentes distúrbios do sono?

Em um divertido artigo publicado no The Huffington Post, Dr. Christopher Winter, um neurologista especializado em medicina do sono, descreveu como trataria os problemas noturnos de alguns super-heróis conhecidos. Confira:

Batman

Fonte da imagem: Reprodução/wikia

Segundo o Dr. Winter, o Cavaleiro das Trevas apresenta sintomas típicos de quem sofre da “síndrome do atraso das fases do sono”. Esses indivíduos costumam ter dificuldades para relaxar e preferem ficar acordados até mais tarde, o que, em contrapartida, faz com que tenham extrema dificuldade para acordar de manhã. Bruce Wayne, devido às longas horas que passa na sua caverna secreta e às noites lutando contra o crime, é um exemplo clássico.

Então, se você fosse o Batman, qual seria a melhor forma de lidar com o problema? O primeiro passo seria estabelecer uma rotina de sono, com um horário fixo pela manhã para se levantar. Além disso, depois de acordado, nada de ficar exposto a uma iluminação do tipo “bat-caverna”. Prefira lâmpadas mais potentes para fazer o seu cérebro entender que já é dia e inibir a liberação de melatonina no organismo, substância responsável por induzir o sono.

Essas simples ações provavelmente farão com que você também acabe se sentindo mais cansado no fim do dia e vá para a cama mais cedo. E por falar em cama, evite levar computadores ou ficar exposto a luzes muito fortes, e se alguém acordar você no meio da noite com um “bat-sinal” luminoso, considere investir em cortinas e outros acessórios para bloquear a entrada de luz.

Hulk

Fonte da imagem: Reprodução/Marvel

Só de olhar para o grandalhão verde acima — sobrepeso e pescoção largo —, Dr. Winter já diagnosticou um problema de sono bastante comum entre os homens: a apneia. Esse conhecido distúrbio é caracterizado pelo ronco e diversas pequenas paradas respiratórias que podem fazer com que o dorminhoco desperte várias vezes durante a noite. Como resultado, a pessoa se sente esgotada e ranzinza no dia seguinte, por não ter descansado o suficiente.

Contudo, apesar de ser um distúrbio comum, a apneia do sono também está relacionada com problemas mais sérios de saúde, como a hipertensão, diabetes, doenças cardiovasculares e derrames. Portanto, se você acredita que sofre desse transtorno, procure um especialista para que ele possa indicar o melhor tratamento para o seu caso.

Mulher-Maravilha

Fonte da imagem: Reprodução/DC Comics

Uma das “armas” mais legais da Mulher-Maravilha, o jatinho invisível, é, também, a grande responsável por um conhecido e incômodo distúrbio do sono: o jet lag, ou os problemas relacionados à adaptação a novos fusos horários. A heroína — coitada! — além de combater o crime, também é a responsável por pilotar a aeronave, o que significa que ela não consegue descansar durante os voos.

Esse distúrbio do sono é bastante comum e costuma afetar pessoas que realizam longas viagens intercontinentais, principalmente durante os primeiros dias após a chegada. Felizmente, existem várias formas de lidar com a situação, como mudar progressivamente os horários de sono para que eles fiquem parecidos aos do local de destino e tentar terapias baseadas na luz. Além disso, se nada funcionar, sempre podemos apelar para medicamentos específicos.

Flash

Fonte da imagem: Reprodução/DC Comics

Qual é o principal “poder” de Flash? Isso mesmo, sua incrível velocidade na hora de correr, que simplesmente viola as leis do humanamente possível. Assim, segundo o Dr. Winter, é muito provável que o ligeirinho sofra de “síndrome das pernas inquietas”. Além disso, o fato de que existam outros supercorredores na família do herói só reforça a teoria do médico.

Esse distúrbio é altamente hereditário, e pode fazer com que a noite de sono seja bem cansativa. E não só para o corredor noturno, mas para os eventuais acompanhantes! Já pensou no susto de acordar com alguém correndo uma maratona debaixo das cobertas ao seu lado? A boa notícia é que essa condição tem tratamento e, se você sofre dela, pode procurar ajuda com um bom especialista em distúrbios do sono.

E você, leitor, acha que sofre de alguma condição parecida com a dos super-heróis acima? Consegue se lembrar de mais algum justiceiro insone que o Dr. Winter não mencionou? Não deixe de contar para a gente nos comentários!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.