Vacina antivício devora a cocaína como se fosse o game Pac-Man
129
Compartilhamentos

Vacina antivício devora a cocaína como se fosse o game Pac-Man

Último Vídeo

Você deve se lembrar do bom e velho Pac-Man, não é mesmo? Estamos falando daquele famoso joguinho lançado na década de 80 no qual uma cabeçona redonda devorava pequenas pastilhas em um labirinto enquanto fugia de uns fantasminhas. Pois, de acordo com o Daily Mail, uma nova vacina para tratar a dependência à cocaína tem um mecanismo de ação bem parecido ao da bolota amarela do game.

Segundo a publicação, quem sofre de dependência à cocaína apresenta um dos maiores índices de reincidência entre os usuários de drogas. No entanto, o novo medicamento conta com um prolongado período de ação e pode se tornar uma eficaz arma para ajudar as pessoas a se livrarem do vício. A vacina combina partículas que imitam a estrutura da cocaína com o vírus da gripe comum, provocando uma mobilização no sistema imunológico.

Pac-Man

Fonte da imagem: Reprodução/Baixaki Jogos

Depois da vacina, o organismo passa a identificar a cocaína como sendo um agente patogênico, “devorando” essa substância antes que ela chegue ao cérebro dos dependentes. Além disso, como o período de ação do medicamento é prolongado — cerca de sete semanas —, o efeito ocorre inclusive durante as temidas recaídas, e bastam algumas doses de reforço de tempos em tempos para que ele continue ativo.

A vacina “Pac-Man” foi desenvolvida por pesquisadores norte-americanos e mostrou resultados excelentes, primeiro em ratinhos e depois em primatas. O próximo passo é testar o medicamento em humanos, e determinar qual será o período necessário para a aplicação das doses de reforço. Tudo indica que os efeitos serão semelhantes aos observados nos bichinhos, e que a vacina se tornará uma importante arma na difícil luta contra a dependência.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.