7 alimentos que prometem melhorar a qualidade dos espermatozoides
347
Compartilhamentos

7 alimentos que prometem melhorar a qualidade dos espermatozoides

Último Vídeo

Muitos homens não costumam se preocupar muito com a qualidade de seu sêmen, e boa parte nem imagina que uma dieta equilibrada pode ter um enorme impacto no desenvolvimento e saúde dos espermatozoides.

No entanto, segundo um artigo da nutricionista Isabelle Obert para o portal Healthista, um em cada cinco homens apresenta baixa contagem de espermatozoides — ou menos de 15 milhões por mililitro de sêmen —, o que, aliado à baixa qualidade dessas células reprodutivas, pode prejudicar profundamente a fertilidade masculina.

De acordo com Isabelle, os espermatozoides são extremamente vulneráveis aos danos provocados pela ação dos radicais livres. E, apesar de o sêmen normalmente conter antioxidantes para evitar a deterioração, não custa nada reforçar a proteção e a qualidade dessas células com o consumo de alguns alimentos. Confira sete deles a seguir:

1 – Chocolate meio amargo

Se você gosta de chocolate, especialmente o meio amargo, agora você tem mais um motivo para saborear pequenas quantidades diárias do alimento sem culpa. Isso porque esse tipo de chocolate é rico em L-arginina — um importante aminoácido —, e pesquisas apontaram que essa substância pode aumentar a contagem de espermatozoides, melhorar sua mobilidade e aumentar o volume da ejaculação. Aliás, quanto maior for o teor de cacau, melhor.

2 – Romãs

Segundo Isabelle, as romãs estão na lista de superalimentos, já que seu alto teor de antioxidantes ajuda a evitar o risco de inflamações, além de melhorar a circulação sanguínea e reduzir o risco do surgimento de doenças cardiovasculares. E isso não é tudo: estudos demonstraram que a fruta pode elevar os níveis de testosterona, aumentar a libido em homens e mulheres e melhorar a qualidade do sêmen.

3 – Tomates

Os tomates são alimentos ricos em licopeno, um importante antioxidante, e vários estudos apontaram que essa substância é capaz de melhorar significativamente a mobilidade dos espermatozoides, ou seja, capacidade de se locomover.

De acordo com a nutricionista, o licopeno é mais abundante em tomates processados e cozidos. Portanto, para conseguir um melhor resultado, prefira a massa de tomate com um pouquinho de azeite de oliva para ajudar na absorção do antioxidante pelo organismo.

4 – Lentilhas

As lentilhas são uma das principais fontes naturais de ácido fólico, substância essencial tanto para a fertilidade feminina como para a masculina. Conforme explicou Isabelle, pesquisas apontaram que homens cujo consumo de ácido fólico é muito reduzido geralmente apresentam um maior índice de anormalidades cromossômicas em seu esperma. Assim, já sabe, né? Nada de deixar para comer lentilha só no ano novo!

5 – Sementes de abóbora

De acordo com Isabelle, as sementinhas de abóbora são ricas em zinco, e essa substância está associada com a produção de testosterona e o desenvolvimento dos espermatozoides. Além disso, as sementes também contam com várias vitaminas e minerais essenciais para o bom funcionamento do organismo, então, não tenha medo de incluí-las na sua dieta.

Uma boa pedida, segundo a nutricionista, é adicionar as sementes de abóbora a cereais, saladas e vitaminas com frutas, e ela sugere que o melhor é selecionar sementinhas cruas e a partir de abóboras orgânicas.

6 – Nozes

Ricas em ômega 3 e ácidos graxos, pesquisas conduzidas pela Sociedade para o Estudo da Reprodução revelaram que o consumo de nozes pode melhorar a mobilidade, morfologia e vitalidade dos espermatozoides.

Segundo Isabelle, o ideal é ingerir cerca de 75 g diárias — ou o equivalente a um punhado —, e a nutricionista sugere que elas sejam consumidas com saladas ou como um lanchinho da tarde, já que as nozes também auxiliam no controle dos níveis de açúcar no sangue.

7 – Mirtilos

Os mirtilos — essas deliciosas frutinhas roxo-azuladas da imagem acima— são uma importante fonte de antioxidantes e anti-inflamatórios como o resveratrol e a quercetina. Segundo Isabelle, estudos mostraram que essa segunda substância (a quercetina) pode ajudar a manter a mobilidade e a qualidade dos espermatozoides em dia, enquanto que o resveratrol também está associado com a melhora da mobilidade e da contagem de esperma.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.