Que tal dar a volta ao mundo de carro? Rússia propõe supervia gigante
16
Compartilhamentos

Que tal dar a volta ao mundo de carro? Rússia propõe supervia gigante

Último Vídeo

Durante uma reunião da Academia Russa de Ciências de Moscou, o presidente da companhia que cuida das ferrovias russas, Vladimir Yakunin, apresentou um projeto para o desenvolvimento uma supervia que ligaria Londres a Nova York, passando por Moscou.

A ideia é construir não apenas uma autoestrada que acompanhe a ferrovia transiberiana, conectando diversas rodovias menores nos continentes pelos quais passar, mas também uma nova rede ferroviária, assim como oleodutos e gasodutos.

Tinha que ser na Rússia

De acordo com Yakunin, a rodovia ligaria a Rússia à América do Norte pela região de Chukotka e atravessaria o estreito de Bering até chegar à cidade de Nome, no Alasca, pela península de Seward.

Porém, não há uma definição muito clara de como os carros conseguiriam fazer a travessia do trecho de oceano entre os continentes, se seria um túnel similar ao Eurotúnel sob o Canal da Mancha ou mesmo uma ponte gigantesca ligando a região.

Depois de chegar ao Alasca, também seria necessário construir estradas conectando a remota cidade de Nome ao resto do sistema de rodovias do estado. Cerca de 836 km separam o vilarejo das cidades maiores, como Fairbanks, que possuem ligação com o sistema de autoestradas norte-americano.

Traz a conta, por favor!

Segundo estimativas, o custo da supervia que ligaria Londres a Nova York seria de “trilhões de dólares”. Porém, segundo Yakunin, o retorno econômico da rodovia compensaria o investimento trilionário.

Entretanto, o projeto também não detalha quem pagaria essa conta e como aconteceria o retorno financeiro.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.