(Fonte da imagem: Shutterstock)

De acordo com uma notícia publicada pelo site Live Science, um estudo realizado por pesquisadores da Universidade de San Diego sugere que as mesas de trabalho dos homens são muito mais sujas do que as mesas das mulheres.

Os cientistas avaliaram as mesas de homens e mulheres em escritórios de San Francisco, Tucson e Nova York, coletando amostras de bactérias presentes em teclados, cadeiras, telefones, mouse etc. Eles descobriram que os locais ocupados pelos homens apresentavam um número de bactérias e células em geral bem maior do que os espaços ocupados por mulheres.

Os pesquisadores acreditam que a causa pode estar em que os homens — normalmente — têm estruturas corporais maiores que as das mulheres, ocupando uma área maior para depositar suas bactérias. Entretanto, de acordo com estudos anteriores, eles também são mais sujinhos mesmo, lavando as mãos ou escovando os dentes com bem menos frequência do que elas.

Fontes: PLoS One e Live Science