Saiba por que um acidente de caça poderia ter mudado o curso da História
130
Compartilhamentos

Saiba por que um acidente de caça poderia ter mudado o curso da História

Último Vídeo

Você já ouviu falar da banda escocesa Franz Ferdinand? Pois, bem, ela nada tem a ver com essa história que vamos contar agora, a não ser o seu nome, que era de um arquiduque austríaco que teve grande importância nos eventos que precederam a Primeira Guerra Mundial.

Em 28 de junho de 1914, um nacionalista iugoslavo chamado Gavrilo Princip assassinou o arquiduque Franz Ferdinand da Áustria-Hungria (e a sua esposa Sophie), resultando no caos sem precedentes que se instalou na Europa e deu origem a guerra. Esse acontecimento foi um dos estopins para os conflitos começarem.

Em termos globais, cerca de 16 milhões de pessoas perderam suas vidas, com a Europa sendo totalmente devastada. Mas isso quase não aconteceu. Sete meses antes de ser assassinado nas ruas de Sarajevo, o herdeiro do império Austro-Húngaro Franz Ferdinand passou bem perto de ser morto em um acidente durante uma caça de faisões na Inglaterra.

A história da visita

Registro da época da visita do arquiduque à Grã-Bretanha

Em novembro de 1913, o arquiduque Ferdinand e sua esposa receberam um convite da Rainha Mary e do Rei George V para visitar a Grã-Bretanha. Eles então foram convidados pelo Duque de Portland para passar esses dias de visita em sua propriedade.

Embora oficialmente fosse uma visita social, houve também conotações políticas para a reunião. Com as tensões na Europa em um ponto mais alto, os líderes em todos os lugares estavam buscando mostrar um pouco de diplomacia. Afinal, apesar de um poder que já estava diminuindo, o Império Austro-Húngaro era ainda uma força importante na política europeia, tendo laços estreitos com a Alemanha.

Enquanto Arquiduque Ferdinand estava visitando a Abadia Welbeck, o Duque de Portland fez o possível para lhe mostrar cortesia com alguns eventos e passeios, incluindo uma viagem de caça a dois que poderia ter mudado o mundo.

Um registro fotográfico do dia da caça

Partindo com espingardas e algumas dezenas de homens auxiliares, os dois se aventuraram na caça em Nottinghamshire e obtiveram alguns faisões. No meio do dia, um dos empregados estava carregando uma das espingardas, quando ela de repente escorregou de suas mãos. Ao cair no chão, a arma disparou pelos dois canos, explodindo chumbo grosso na direção do arquiduque visitante.

Felizmente para Franz Ferdinand, e talvez infelizmente para todos na Terra, os tiros não atingiram o arquiduque por muito pouco e a tragédia foi evitada. Os dois terminaram o seu dia de caça e Ferdinand ainda permaneceu uma semana em sua visita, voltando para casa em seguida.

O assassinato e os eventos que se seguiram

O arquiduque e sua esposa minutos antes do assassinato em Sarajevo

Sete meses depois, porém, a bala disparada pelo nacionalista terrorista Gavrilo Princip, em Sarajevo, o atingiu em cheio. Franz Ferdinand e sua esposa foram mortos durante uma visita à capital da Bósnia em uma emboscada. As mortes puseram em cheque uma série de tratados e ultimatos, que foram alimentados por rivalidades de longa duração.

O resto é história. Como resultado direto do assassinato e alguns eventos paralelos, a Europa entrou em guerra, matando 16 milhões de pessoas. Das cinzas subiu o governo alemão de Weimar, o que levou à ascensão de Hitler ao poder e a Segunda Guerra Mundial, o que levou à ao Holocausto e também à tragédia de Hiroshima e Nagassaki.

No total, todos esses desastres combinados mataram mais de 75 milhões de pessoas. Talvez se se os canos daquela espingarda de caça estivessem apontados alguns centímetros mais certeiros, todas essas mortes poderiam não ter acontecido.

Cético, Dr. Nick Hayes, um historiador da Nottingham Trent University, explicou à BBC UK que, talvez, mesmo se Franz não tivesse sido baleado por Princip, a guerra poderia ter acontecido da mesma forma: "se não fosse o assassinato de Franz Ferdinand, teria sido outra coisa. Tantas forças estavam em jogo, rivalidades nacionais, ambição pessoal, prestígio real, ideais revolucionários, que é difícil de acreditar que a guerra poderia ter sido evitada", disse ele.

De qualquer maneira, muitas fontes históricas apontam o fato como um dos principais (senão o mais importante) fatos desencadeadores da guerra. 

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.