Assim ficaram 7 lugares depois da restrição à entrada de refugiados
157
Compartilhamentos

Assim ficaram 7 lugares depois da restrição à entrada de refugiados

Último Vídeo

Guerras civis, falta de oportunidades, pobreza, fome: muitas são as razões que levam as pessoas da África e do Oriente Médio a abandonarem suas casas em busca de um recomeço na Europa. Só que, além do caminho difícil que têm de percorrer, muitas delas encontram outro empecilho em sua árdua jornada por uma vida melhor: políticas que impedem o fluxo imigratório no continente.

A seguir, você confere como ficaram, depois do recrudescimento das políticas imigratórias, algumas cidades do leste europeu que eram portas de entrada para os refugiados:

1. Arredores de Ringoncé, na Eslovênia

Na primeira imagem, de outubro de 2015, você vê o êxodo de pessoas sendo escoltado pela polícia local até um campo de refugiados na Eslovênia. No segundo registro, feito em julho de 2016, é possível notar que a vegetação até já cresceu no caminho antes trilhado pelos imigrantes. 

(Reprodução/Up Worthy)

2. Fronteira da Hungria com a Áustria

Uma das cenas mais chocantes da crise migratória na Europa foi registrada na Hungria, quando uma repórter cinematográfica foi flagrada chutando um imigrante e passando rasteira em outro, que carregava uma criança nos braços. É de lá que vêm os seguintes registros, que mostram o antes e o depois de uma estrada que faz a ligação do país com a Áustria.

(Reprodução/Up Worthy)

3. Estação ferroviária de Keleti, em Budapeste, na Hungria

Abaixo, você vê o protesto de centenas de refugiados depois de as autoridades húngaras terem decidido pelo fechamento de uma estação de trens na capital do país, realizado em setembro de 2015, e uma imagem que mostra a mesma estação em um dia de fluxo normal.

(Reprodução/Up Worthy)

4. Estação ferroviária de Keleti, em Budapeste, na Hungria

Outras imagens mostram a estação Keleti, em Budapeste: na primeira, uma garotinha se aproxima do cordão de isolamento feito por policiais; na outra, podemos ver turistas desembarcando normalmente na capital da Hungria.

(Reprodução/Up Worthy)

5. Acampamento dos refugiados na estação de Keleti, em Budapeste, na Hungria

Impedidos de viajar de trem até a Áustria, a única alternativa que os imigrantes encontraram foi acampar próximo ao terminal ferroviário e esperar, como mostra a primeira imagem. Depois que o governo local decidiu transportá-los de ônibus até a fronteira, o lugar onde eles se abrigaram ficou vazio. 

(Reprodução/Up Worthy)

6. Policiais escoltam refugiados em Dobova, na Eslovênia

Famintos, exaustos, com as solas dos calçados gastas e escoltados por policiais: assim os refugiados seguiam sua fatigante jornada por esta estrada da Eslovênia, como vemos no primeiro registro. Agora, ela está bem menos cheia do que antes.

(Reprodução/Up Worthy)

7. Empurra-empurra para embarcar em uma locomotiva chamada esperança

A primeira imagem mostra o tumulto no embarque de refugiados em um trem que partia de Tovarnik — cidade croata que faz fronteira com a Sérvia — rumo à capital do país, Zagreb. A outra foto revela o mesmo local, só que sem a intensa movimentação.

(Reprodução/Up Worthy)

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.