Fé na humanidade: veja a recuperação desse esquilinho encontrado congelando
831
Compartilhamentos

Fé na humanidade: veja a recuperação desse esquilinho encontrado congelando

Último Vídeo

Sabe aqueles momentos singelos em que alguns gestos de solidariedade restauram sua fé na humanidade? Prepare-se para mais um deles ao ver as fotografias a seguir, que retratam uma das histórias de recuperação mais fofas que já vimos nos confins da internet.

No ano passado, o usuário do Reddit “iamcleverhoneybadger” encontrou um pequeno esquilo, aparentemente com apenas alguns dias de vida, congelando até a morte quando se dirigia para sua casa (foto que abre o texto). Ele não teve dúvidas e resgatou o pobre animalzinho, registrando tudo nas imagens que você pode ver a seguir.

Transporte no porta-copo do carro forrado pelo capuz de um casaco

Fonte da imagem: Reprodução/imgur

Casa improvisada com bolsa aquecedora, toalhas, forragem e estrutura redonda

Fonte da imagem: Reprodução/imgur

O esquilo adorou sua nova cama

Fonte da imagem: Reprodução/imgur

Mamando pela primeira vez

Fonte da imagem: Reprodução/imgur

O filhote era tão novo que nem tinha aberto seu olhos ainda

Fonte da imagem: Reprodução/imgur

Conhecendo seus novos pais adotivos

Fonte da imagem: Reprodução/imgur

Vigiando a cria

Fonte da imagem: Reprodução/imgur

E cuidando com carinho

Fonte da imagem: Reprodução/imgur

Pegando confiança

Fonte da imagem: Reprodução/imgur

Toalha quentinha

Fonte da imagem: Reprodução/imgur

Praticamente um rei montando seu cachorro

Fonte da imagem: Reprodução/imgur

“Adiante, meu filho!”

Fonte da imagem: Reprodução/imgur

Beijinho

Fonte da imagem: Reprodução/imgur

Fazendo pose

Fonte da imagem: Reprodução/imgur

Liderando novas aventuras

Fonte da imagem: Reprodução/imgur

Um dia após abrir os olhos, vendo sua história na internet

Fonte da imagem: Reprodução/imgur

E você, o que achou dessa linda história de recuperação? Relate suas emoções nos comentários.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.