Esta mulher faleceu tentando “quase morrer” para se despedir de uma amiga
1.950
Compartilhamentos

Esta mulher faleceu tentando “quase morrer” para se despedir de uma amiga

Equipe MegaCurioso
Último Vídeo

Tudo o que Jasmine Howarth queria era se despedir da amiga Dionne Corbett, que havia falecido recentemente. O plano da jovem de 25 anos era basicamente quase morrer, encontrar o espírito da amiga e voltar ao mundo dos vivos. Para isso, ela tentou induzir uma experiência de quase morte em si mesma, mas a ideia não deu certo e Jasmine morreu enforcada de verdade.

O caso aconteceu em março deste ano, mas o inquérito sobre sua morte foi divulgado recentemente, apenas. De acordo com o documento, Jasmine e Dionne foram amigas desde crianças e faziam planos de até mesmo engravidarem na mesma época, para que passassem pela experiência da maternidade ao mesmo tempo.

Segundo o noivo de Jasmine, Brendan Cawley, as amigas se diziam irmãs e não faziam nada separadas uma da outra. O rapaz disse também que a noiva havia comentado sobre o desejo de reencontrar a amiga de alguma forma, para se certificar de que ela estava bem – na noite anterior à morte da noiva, Cawley acordou e viu que Jasmine estava fazendo anotações. Quando perguntou a ela o que era, a jovem apenas respondeu “nada, é estúpido”, e o rapaz pensou que pudesse ser algo relacionado à Dionne.

Ainda de acordo com Cawley, Jasmine estava tão obcecada com a ideia de se comunicar com a amiga que tinha morrido que chegou a achar que um ruído na televisão pudesse ser uma tentativa de comunicação de Dionne.

Final trágico

Dionne

A tia de Jasmine, Michelle Howarth, disse que a sobrinha estava realmente abalada com a morte da amiga e que, um dia antes de se matar, foi com a mãe de Dionne à cerimônia fúnebre em uma capela, mas que, ainda assim, não tinha dado indícios de que faria algo do gênero.

Na carta que deixou, Jasmine falou que sua intenção não era morrer, mas sim quase morrer para tentar se encontrar com a amiga em outro plano e ver se ela estava bem. No dia de sua morte, Jasmine e o noivo tiveram uma discussão e ela saiu de casa correndo, trancando a porta logo em seguida. “Eu acho que ela esperava que eu a salvasse”, disse o noivo, que já encontrou Jasmine morta quando saiu de casa para procurá-la.

O inquérito, feito por Lisa Hashmi, concluiu que o suicídio da jovem de fato não foi proposital. Para Hashmi, Jasmine realmente ficou desorientada ao perder a melhor amiga de forma trágica e, depois de participar da missa fúnebre feita para Dionne, acabou entrando em estado catártico.

A jovem, que estava com depressão, acreditava mesmo que conseguiria driblar a morte, provavelmente sem imaginar o quão rápido uma pessoa morre ao se enforcar. 

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.