Cães podem ser mais racionais do que seres humanos?
44
Compartilhamentos

Cães podem ser mais racionais do que seres humanos?

Último Vídeo

Não é raro os cachorros nos surpreenderem tomando atitudes que nunca imaginamos estar dentro de suas capacidades. Eles podem ser bem espertos e, em alguns casos, até mais racionais do que nós! Isso não quer dizer que sejam superinteligentes e estejam tramando algum plano secreto para tomar o nosso lugar no planeta, mas, muitas vezes, eles fazem coisas que não são naturais para a gente.

Homenagens e experimentos

O Genius Gala 7.0, que teve sua última edição em maio de 2018, homenageia anualmente pioneiros da ciência, tecnologia e inovação. Entre estes, estava a psicóloga cognitiva Laurie Santos, que demonstrou um experimento no palco.

Ela pegou uma caixa transparente com uma alça cilíndrica em um dos lados e, após agitá-la por esse apêndice algumas vezes, abriu a tampa e mostrou para o público um pequeno objeto em seu interior. Ela repetiu todo o processo e, em seguidaentregou a peça para uma pessoa, solicitando que ela pegasse o objeto. O participante agitou a caixa da mesma forma que a pesquisadora para cumprir a tarefa. Tudo OK até aqui, certo?

Ela então trouxe um cachorro para o palco. Na sua frente, colocou um petisco dentro do utensílio e fechou a tampa, para logo depois balançá-lo pela alça e abri-lo novamente. Ou seja, o bicho foi "ensinado" como todos os outros no local. E aqui está o pulo do gato, ou do cão: quando o animal recebeu a caixa, foi direto na tampa, abriu e comeu a recompensa sem precisar mexer em nada.

Segundo Santos, esse é um exemplo clássico que demonstra nossa tendência de superimitação. Ela disse que os cães são muito bons em aprender conosco, e, em alguns casos, podem até se sair melhor do que os próprios seres humanos.

Ela diz que "às vezes, nós imitamos demais. Somos muito propensos a confiar em outras pessoas, de modo que reproduzimos coisas que as vemos fazendo, mesmo que saibamos da inutilidade das atitudes". Nossa cognição nos permitiu chegar ao nível tecnológico e conforto que dispomos hoje, mas não é por isso que somos perfeitos; ainda carregamos comportamentos impregnados, que em alguns casos podem até nos prejudicar.

O estudo da pesquisadora analisa, além do comportamento de cachorros, a forma como macacos reagem a moedas que são trocadas por comida. Eles são tão irracionais como nós nesse sentido, se irritando bastante quando perdem dinheiro, além de não terem uma tendência muito grande para a economia. Os resultados mostram que sim, temos uma superioridade intelectual, mas que, observando a reação desses animais a determinadas situações, podemos aprender muito.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.