5 efeitos colaterais bizarros que podem ocorrer após mordidas de animais
276
Compartilhamentos

5 efeitos colaterais bizarros que podem ocorrer após mordidas de animais

Último Vídeo

1. Alergia à carne vermelha

A doença de Lyme, a babesiose e a erliquiose são algumas das doenças mais comuns transmitidas pelos carrapatos, mas eles também podem desencadear uma reação alérgica inusitada e potencialmente fatal caso a pessoa ingira carne vermelha. Isso foi descrito pela primeira vez em 2007, mas já houve casos em todo o planeta! E olha que a picada pode ter acontecido mesmo 6 meses antes da ingestão da carne...

carrapato

2. Dissolução de ossos

A osteólise é uma condição natural na qual as células ósseas são reabsorvidas pelo corpo, podendo surgir por conta da idade avançada ou de outros fatores como cânceres de medula, metástases ou artrites. Uma condição mais rara para desencadear a doença é quando um camelo morde a pessoa e injeta bactérias de sua saliva que são capazes de dissolver os ossos!

camelo

3. Ereção prolongada

Se você está com problema de impotência, a “solução” bizarra pode ser através da picada da aranha armadeira. Dores, irritação e aumento da pressão sanguínea são os sintomas mais comuns, mas uma ereção prolongada e desagradável pode surgir após a penetração do veneno. E olha que esse efeito pode durar mais de 4 horas para passar...

aranha

4. Medo de morrer

A Irukandji é uma água-viva minúscula, do tamanho de uma unha, que, se não matar, é capaz de desencadear a síndrome de Irukandji, que causa dores absurdas, náuseas, vômitos e desespero! É isso mesmo: o contato com a água-viva pode liberar uma quantidade excessiva da hormona noradrenalina, que faz com que a pessoa tenha pânico de morrer, mesmo após já ter se recuperado da queimadura. E onde existe essa água-viva? Na Austrália, claro.

agua viva

5. Dor absurda

Acha o ornitorrinco fofinho? Então tenha cuidado: ele é uma das poucas espécies de mamíferos que têm veneno. A toxina pode causar dores intensas e absurdas, que podem durar alguns meses! E não tem analgésico que resolva. Que tenso...

ornitorrinco

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.