Grandes felinos também cospem bolas de pelo?

Grandes felinos também cospem bolas de pelo?

Último Vídeo

Os felinos, tanto os grandes quanto os pequenos, sempre despertaram fortes sentimentos em nós, humanos. Há quem ame e também quem os odeie, mas é impossível ficar impassível diante desses caçadores natos cheios de charme e mistério.

De acordo com uma pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgada em 2016, existem cerca de 22 milhões de gatos de estimação no Brasil. Quem tem um desses em casa sabe de dois fatos importantes. Primeiro, os gatos domésticos são, sim, praticamente uma miniatura dos grandes felinos das selvas (com ressalvas, claro). De acordo com os especialistas Beverly e Dereck Joubert, que realizaram documentários tanto nas versões menores como nas maiores das feras, a diferença é praticamente o tamanho. 

Outro fato importante que os donos de gatos conhecem é que a fraqueza desses animais está talvez em seu maior hobby: lamber seus próprios pelos, tarefa que ocupa praticamente metade do pouco tempo que passam acordados. Quem já assistiu à cena de uma bola de pelo sendo expelida sabe que qualquer gato perde sua dignidade nesse momento.

Isso acontece porque, ao se lamberem, os gatos deslizam a língua  que é áspera justamente para realizar essa tarefa  pela pelagem, o famoso banho de gato. Nisso, os pelos soltos acabam sendo engolidos e, como não são digeridos pelo sistema digestivo, viram bolas dentro dos animais. De tempos em tempos, são expelidas (geralmente nos tapetes, claro), para alegria dos donos de todo o mundo.

Os grandes felinos selvagens também têm línguas com cerdas, mas geralmente são usadas para limpar os ossos das caças e não para higiene própria apenas, segundo descreve a pesquisadora do Centro de Leões da Universidade de Minnesota, Natalia Borrego. Ela afirma que, apesar de a fisiologia ser a mesma entre os animais, esse comportamento não é visto na selva. O que se ouve com certa frequência é um som muito parecido com o de cuspir bolas de pelo, mas é típico rugido ou chamado de contato dos leões. 

Há exceções, claro, mas aí a interferência humana parece pesar mais. Felinos selvagens de menor tamanho, como servais e jaguatiricas, quando mantidos em cativeiro, podem desenvolver bolas de pelo também. Alguns especialistas apostam que o que muda é a dieta, em geral composta por ração e alimentos processados, e que isso levaria a essa condição tão vergonhosa para os gatos.

Em 2013, o caso do tigre Ty ficou famoso. Ele teve que ser operado na Flórida (EUA) para retirar um amontado de 1,8 kg. A cirurgia aconteceu depois que o tratador notou que o animal estava se alimentando em menor quantidade e apresentava sinais de abatimento. Os veterinários realizaram diversos exames no tigre de 17 anos até descobrirem o problema.

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.