Conheça alguns alimentos nojentos consumidos por borboletas
14
Compartilhamentos

Conheça alguns alimentos nojentos consumidos por borboletas

Último Vídeo

Borboletas podem ser consideradas um dos animais mais belos da natureza. A variedade impressionante de tamanhos, cores e padrões em suas asas faz com que elas sejam admiradas e até mesmo colecionadas. Como nem tudo é perfeito, a fonte de tanta cor e vivacidade pode vir de outras não tão nobres assim.

1. Lama

Borboletas se alimentam do néctar de belas flores, mas essa não é a sua única fonte de alimentação. Os insetos precisam de nutrientes que as plantas não podem fornecer e, por isso, acabam recorrendo a outros alimentos menos agradáveis. Após chuvas fortes, é comum encontrar diversas borboletas no chão, sobre poças de lama. Biólogos acreditam que algumas espécies têm esse hábito porque buscam suprir suas necessidades de sal, nitrogênio, proteínas e aminoácidos.

2. Suor e lágrimas

Alguns zoológicos possuem borboletários, locais cercados por telas onde existem diversos tipos de borboletas vivendo em um ambiente controlado. Ali é possível admirar a beleza dos animais em condições quase naturais e, não raro, elas podem pousar no seu braço, garantindo aquela foto especial. Ao contrário do que pode parecer, ela não faz isso porque quer ser sua amiga, mas sim por interesses alimentícios.

Nosso suor é bem atraente para as borboletas, e elas podem se alimentar tanto dele quanto de nossas lágrimas. Tanto que, em 2014, foi registrado o momento em que uma borboleta bebia as lágrimas de um jacaré, e em outra ocasião os insetos se aproveitaram de uma tartaruga. Os cientistas acreditam que, na maioria dos casos, quem busca suor ou lágrimas como alimentos são os machos, pois sentem uma necessidade instintiva de sódio para que as chances de uma fecundação de sucesso sejam maiores.

3. Urina

Segundo o "Manual para Observadores de Borboletas", um fato que colecionadores precisam saber é o grande poder de atração que a urina possui sobre esses insetos. Algumas espécies utilizam suas próprias secreções como forma de obter mais minerais. Quando identificam um local onde outro animal urinou, soltam um líquido que se mistura com o que um dia foi expelido e absorvem o puro suco de minerais.

4. Sangue e fezes

As borboletas não se importam com as origens do alimento, desde que haja grande quantidade de nutrientes e minerais que auxiliem o seu desenvolvimento. Nessa lista nada agradável, entram também o sangue e as fezes, fazendo com que, provavelmente, pela perspectiva do animal seres humanos sejam um grande banquete. Ainda bem que elas não dispõem de formas de nos atacar.

5. Carne em decomposição

Completando o banquete, nem nossos restos mortais são desperdiçados pelos belos animais. Claro que carne humana é uma iguaria rara, considerando que a maior parte dos mortos são enterrados, mas elas não têm tanto critério assim, então se satisfazem com qualquer animal morto.

A atração é tão grande que pesquisadores utilizam cabeças de camarão e pedaços de cobras mortas como isca para armadilhas. Um detalhe importante é que a carne não pode estar seca, já que os insetos não possuem dentes e conseguem apenas lamber seus alimentos.

Esse cardápio nada agradável, ao qual as borboletas estão acostumadas, mostra que existem coisas que talvez seja melhor não sabermos. Entretanto, não podemos julgar os pobres animais, pois toda a sua cor e energia vem de algum lugar, seja ele nojento ou não.

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.