6 fatos fascinantes sobre os louva-a-deus
02
Compartilhamentos

6 fatos fascinantes sobre os louva-a-deus

Último Vídeo

Chega a ser irônico — ao ouvir o nome “louva-a-deus” pela primeira vez em nossas vidas, quase sempre imaginamos um ser pacífico, que prega a paz acima de tudo e estaria até mesmo alinhado aos valores cristãos. Ledo engano: esses bichinhos só foram batizados assim por conta da icônica posição de suas patas dianteiras, que, quando aproximadas, dão a impressão de que eles estão rezando.

Pois saiba que, de santo, o louva-a-deus não tem nada. Carnívoro, ele é considerado um dos mais violentos insetos do mundo, sendo reconhecido também por sua inteligência e algumas características físicas que são, no mínimo, bizarras. Está duvidando? Então confira alguns fatos curiosos a respeito desses pequenos predadores!

1) Eles podem comer beija-flores

Além de se alimentarem de outros insetos, anfíbios e até répteis, os louva-a-deus têm o costume de comer pássaros de pequeno porte — o que inclui os belos e indefesos beija-flores. Até o ano passado, existiam poucos indícios dessa dieta incomum; porém, uma pesquisa publicada no The Wilson Journal of Ornithology mostrou que tal comportamento é comum dentre várias espécies de louva-a-deus ao redor do mundo. Foram documentados pelo menos 150 casos.

2) Eles podem aprender a pescar

Mostrando que variedade pouca é bobagem, os louva-a-deus também são capazes de comer pequenos peixes. Em outro estudo publicado no Journal of Orthoptera Research, cientistas tentaram descobrir se era possível ensinar tal inseto a pescar, colocando um exemplar macho adulto em um lago repleto de plantas aquáticas e cheio de barrigudinhos — aqueles peixinhos ornamentais que muita gente tem no aquário.

O resultado foi incrível: o louva-a-deus aprendeu rapidamente a se mover pelas plantas e usar suas “garras” para apanhar os peixes quando eles se aproximavam e os ingerir. Os pesquisadores pontuam que, como os barrigudinhos não se movimentam como qualquer outra presa a que o louva-a-deus esteja acostumado, essa descoberta prova que eles são capazes de aprender novas técnicas complexas.

3) Eles são parentes das baratas

Bom, isso pode não soar como uma novidade para você — afinal, basta observar os dois bichinhos para perceber alguma semelhança entre eles. Porém, as coisas não são tão simples assim na comunidade científica, e esse parentesco só foi oficializado recentemente, quando uma análise molecular provou tal relacionamento e colocou os dois insetos na superordem Dictyoptera — junto com os isópteros.

4) Seus corpos evoluíram para caçar

Não adianta: louva-a-deus são assassinos por natureza e ponto-final. Foi cientificamente comprovado que seus corpos evoluíram ao longo dos anos para que eles se tornassem os melhores caçadores da área. Isso explica, por exemplo, por que eles são capazes de girar a cabeça em 180 graus, observando se existe alguma presa ou predador em suas costas. Seu tórax alongado e as pernas flexíveis também auxiliam na caçada.

E, é óbvio, não poderíamos deixar de citar as suas patas posteriores, repletas de minúsculas espinhas que os ajudam a capturar seu alimento e manuseá-lo durante a refeição.

5) Eles só têm um ouvido

E, acredite ou não, o tímpano está localizado bem no meio de suas pernas. Bizarro.

6) Eles são violentos até no sexo

Quase todo mundo sabe que, durante o ato sexual, é comum que a fêmea acabe decepando a cabeça do macho; porém, até o momento, ninguém consegue dizer com exatidão o motivo desse fenômeno. Alguns cientistas acreditam que, na verdade, o que ocorre é um sacrifício voluntário para que a futura mamãe tenha nutrientes suficientes para a sua gestação — garantindo, assim, a saúde dos ovos e a continuidade de seus genes.

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.