Acredite ou não, este gato fofinho é o felino mais mortal do mundo
1.425
Compartilhamentos

Acredite ou não, este gato fofinho é o felino mais mortal do mundo

Último Vídeo

Quando falamos sobre felinos perigosos, sanguinolentos e mortais, qual é o primeiro animal de que você se lembra? Provavelmente dos leões ou dos leopardos, não é mesmo? De fato — esses bichanos são um tanto perigosos e podem partir um ser humano ao meio com facilidade. Porém, de acordo com a ciência, o felino mais mortal do mundo é o simpático e pequenino gato-bravo-de-patas-negras (Felis nigripes), que tem mais ou menos o mesmo tamanho daqueles gatos domésticos comuns que ficam miando no seu telhado.

Categorizado como “quase ameaçado” de extinção, ele é um bicho raro de se ver e geralmente habita zonas áridas da África Austral (incluindo desertos e pradarias), sendo capaz de aguentar altas temperaturas sem problema algum. Um exemplar adulto mede de 36 a 52 centímetros de comprimento e até 20 cm de altura; seu peso varia de 1 a 3 quilogramas. Porém, não deixe que sua estatura o engane: o bichano caça mais presas em uma única noite do que um leopardo em 6 meses!

Recentemente, um grupo de documentaristas resolveu capturar imagens inéditas de gatos-bravos (vamos abreviar esse nome complexo, né?) em seu habitat natural para aprender um pouco mais sobre suas atividades. Rastreando exemplares já catalogados e equipados com colares de rádio, os profissionais precisaram usar uma câmera especial ultrassensível à luz para capturar os movimentos dos felinos durante o período noturno. Visto que eles são pequenos, é fácil perdê-los no meio da vegetação, por exemplo.

Assassino impiedoso

Os esforços dos documentaristas valeram a pena. Graças a essas filmagens especiais, eles foram capazes de comprovar cientificamente algo que muitos pesquisadores já imaginavam: o gato-bravo é um caçador exemplar e deixa muitos outros felinos no chinelo. Por conta de seu metabolismo acelerado, ele precisa estar sempre em atividade e se alimentar com frequência — o que explica, em partes, por que essa criatura tão fofinha é, ao mesmo tempo, tão sanguinolenta.

Em uma única noite, o Felis nigripes mata entre 10 e 14 presas (geralmente roedores ou pequenos pássaros), em uma média de um assassinato a cada 50 minutos. Mais interessante ainda é o fato de que ele tem uma taxa de sucesso de 60% em seus ataques contra suas presas; para fins comparativos, os leões só conseguem assassinar uma vítima em aproximadamente 25% das vezes. Na maioria dos casos, o azarado (ou sortudo) consegue fugir; mas o gato-bravo, em contrapartida, não sabe o que é piedade.

As filmagens também revelaram que o animal utiliza três técnicas para suas caças. Em um dos métodos, ele simplesmente sai correndo e pulando pelos campos, abordando qualquer pequeno animal que sirva de alimento; em outro, “segue” suas vítimas até as tocas e as abate dentro de suas próprias casas. Por fim, o gato também pode ficar até 2 horas parado em um esconderijo esperando que uma presa azarada passe pela sua frente — momento em que ele dá seu salto mortal.

Obviamente, o gato-bravo-de-patas-negras não simboliza perigo para animais de grande porte, como gazelas e gnus (que costumam ser vítimas de felinos maiores), porém, sua alta taxa de sucesso nas matanças e a quantidade de assassinatos por noite transformam esse bichano, oficialmente, no felino mais mortal que existe na Terra. Agora, venhamos e convenhamos: quem tem problemas com ratos em casa com certeza gostaria de contar com um mascote desses.

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.