Fossilizadas: baleia é encontrada dentro de barriga de outra muito maior

Fossilizadas: baleia é encontrada dentro de barriga de outra muito maior

Último Vídeo

No mares de 35 milhões de anos atrás, no final do período Eoceno, a segunda época da era Cenozoica, uma das rainhas dos mares era a baleia Basilosaurus isis, com impressionantes 18 metros dos mares. Ela era tão grande que se alimentava de outros cetáceos, inclusive de outras baleias – e os arqueólogos encontraram fósseis que mostram uma baleia menor dentro de outra.

A B. isis é um pouco diferente das baleias que conhecemos hoje em dia, com o dobro de tamanho das orcas, por exemplos. Ela tinha dentes afiados na boca e, além de se alimentar de carcaças de baleias, as caçava quando sentia fome – uma teoria que ganha mais força por conta das novas escavações.

A descoberta do “inception baleístico” foi feita em 2010, nos arredores de Cairo, no Egito, em um lugar que ficou conhecido como Vale das Baleias. A espécime de B. isis em questão tinha em seu estômago os restos da também extinta Dorudon atrox, que atingia meros 5 metros de comprimento.

Diferença de tamanho entre as duas espécies é impressionante

O fato de a D. atrox ter marcas de dentes no crânio indica que ela foi caçada pela B. isis, que normalmente ataca a cabeça em busca de uma morte mais instantânea da presa. Tudo indica que a vítima era um filhote, já que o Vale das Baleias, no Egito, provavelmente era um local de reprodução das D. atrox – ou seja, praticamente um buffet para as gigantonas!

O comportamento predatório da B. isis pode ter ecos até os dias de hoje: acredita-se que o instinto caçador das orcas, por exemplo, que podem se alimentar inclusive de filhotes de outras espécies, tenha a ver com instintos de suas tataravós da era Cenozoica.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.