Cães treinados podem ser capazes de prever convulsões, dizem cientistas

Cães treinados podem ser capazes de prever convulsões, dizem cientistas

Último Vídeo

Pesquisadores da Universidade de Rennes, na França, descobriram que cães são capazes de identificar uma substância característica ligada a crises convulsivas. Os cachorros podem detectar algumas doenças antes de outros métodos, porque seu nariz reconhece até mesmo um pequeno número de moléculas que os tumores ou órgãos danificados liberam na respiração ou no sangue; existem farejadores treinados capazes de detectar diabetes, certos tipos de câncer e Parkinson, por exemplo.

Créditos: Pixabay

Amélie Catala, uma das autoras do estudo, disse que há relatos de que os cães alertaram o dono antes de uma convulsão, mas que não há nenhuma evidência forte na literatura científica. "Não está claro se, em tais casos, os cães dependiam de pistas visuais, de mudanças sutis de comportamento ou de cheiro", explica a especialista.

Na pesquisa, publicada na revista Scientific Reports, a equipe de Catala testou se cães especialmente treinados poderiam diferenciar amostras de odor respiratório e corporal retiradas de pacientes epilépticos durante uma convulsão de amostras colhidas durante condições normais e após uma sessão de exercícios. Os animais foram analisados com materiais retirados de cinco pacientes com diferentes formas de epilepsia.

A capacidade dos cães para detectar os registros de pacientes epilépticos variou de 67% a 100%, enquanto a capacidade de identificar corretamente as outras amostras variou de 95% a 100%. Os resultados sugerem que as convulsões estão associadas a moléculas específicas, independentemente do tipo de convulsão ou do odor corporal do paciente.

Os cientistas agora planejam testar se esse odor particular precedeu a convulsão, a fim de avaliar a possibilidade de treinar os cachorros para que eles possam alertar os donos quando uma crise convulsiva for iminente.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.