Terceiro planeta é encontrado em sistema solar com duas estrelas

Terceiro planeta é encontrado em sistema solar com duas estrelas

Último Vídeo

O sistema solar Kepler-47, nas constelação de Cisne, é importante já que está a “apenas”3,3 mil anos-luz da Terra e é composto por 2 estrelas. Os sistemas binários são a grande maioria no Universo, mas entender como eles se comportam e como formam os planetas ainda é um mistério. Em 2012, os primeiros 2 mundo haviam sido identificados orbitando ambas as estrelas e foram chamado de Kepler-47b e Kepler-47c.

Agora, finalmente eles “ganharam” um novo irmão: o Kepler-47d havia sido identificado em 2013, mas só agora confirmado como sendo de fato um planeta, com órbita entre os outros 2 já identificados no sistemas solar binário. Os corpos possuem uma densidade muito baixa e são menores que Saturno, com órbitas de 49, 187 e 303 dias ao redor das estrelas.

Os dois mais distantes estão bastante próximos entre si e ficam no que poderia ser a zona habitável do sistema solar binário Kepler-47. A proximidade impede que outro planeta esteja entre ambos, mas outros corpos podem integrar o sistema e ainda estão encondidos dos seres humanos.

Representação do sistema solar Kepler-47 (Imagem: NASA - JPL Caltech)

Já as estrelas possuem uma órbita de cerca de 7 dias em torno uma da outra. A maior das estrelas é do tamanho do Sol, enquanto a outra possui aproximadamente um terço dessa massa. “Estre trabalho se baseia em uam das descobertas mais interessantes da [sonda espacial] Kepler: os sistemas de planetas densamente compactados e de baixa densidade são extremamente comuns em nossa galáxia”, explica o cientista Jonathan Fortney, da Universidade da Califórnia.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.