Segundo pesquisa, o espinafre deve ser banido para os atletas

Segundo pesquisa, o espinafre deve ser banido para os atletas

Último Vídeo

Popeye nunca esteve errado: o espinafre realmente está ligado com os músculos. Essa planta, apesar de ser a mais conhecida, não é a única aliada ao vigor. O espinafre faz parte de um grupo de plantas que contêm a substância Beta Ecdisterona, hormônio esteróide natural usado desde 1980 para suplementação focada no fortalecimento muscular. 

Contudo, durante muitos anos, os efeitos dos suplementos eram fracos demais para serem levados em conta. Recentes estudos em ratos, no entanto, apontam que seu uso pode realmente impulsionar o crescimento muscular.

Reprodução/Paramount

Uma pesquisa feita em humanos, publicada no periódico Archives of Toxiocology, finalmente comprovou os resultados. Os testes envolveram 46 jovens do sexo masculino com o mesmo programa de treinamento para aumentar a força. Eles foram separados em 3 grupos: aqueles que receberam os ecdisteróides, os que tomaram um placebo e os que não ingeriram nada.

Todos possuíam ao menos um ano de treinamento com barra e deveriam realizar três exercícios: agachamento back squat, supino e deadlifts. O programa durou 10 semanas. “Nossa hipótese era de que veríamos uma evolução na performance, mas não imaginávamos que seria tão expressiva.”, declarou Maria Parr, do Instituto de Farmácia da Universidade de Berlim, em uma entrevista.

Reprodução/Alto Astral

O primeiro grupo recebeu 200 miligramas ou 800 miligramas de ecdisteróides por dia, seus integrantes tiveram um aumento de massa muscular igual a 1,5 e 2 quilogramas respectivamente. Os outros dois grupos não obtiveram nenhuma melhora no desempenho. “Nós recomendamos à Agência Mundial Antidoping em nosso relatório que adicione a Beta Ecdisterona à lista de substâncias proibidas. Acreditamos que, se há uma elevação no desempenho, essa vantagem injusta deve ser eliminada.”, afirmou Parr. 

A equipe de pesquisadores assegurou que os suplementos não possuíam nenhuma outra substância anabólica, somente a ecdisterona pura. Além disso, os participantes não tiveram o fígado ou os rins afetados. Sendo uma suplementação eficaz e com poucos efeitos negativos, ela pode se destacar entre as opções disponíveis no mercado e dar um boom em qualquer treinamento. 

Reprodução/Natue

Mas, calma lá, vamos pôr os pingos nos i’s: não vá achando que se entupir de espinafre vai te transformar em um bodybuilder. Nós, ocidentais, ingerimos diariamente 1 miligrama de ecdisterona no máximo. Os bodybuilders, por outro lado, tomam doses mil vezes mais altas que isso. Também é importante lembrar que os testes foram feitos com poucas pessoas, se restringindo a homens; portanto, não podemos dizer que todas as possibilidades foram apuradas.

Por esse motivo, hold your horses e continue comendo os seus legumes!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.