Cabras e bodes conseguem identificar estado emocional de seus companheiros

Cabras e bodes conseguem identificar estado emocional de seus companheiros

Último Vídeo

Um estudo publicado no periódico Frontiers in Zoology aponta que cabras e bodes têm a habilidade de identificar emoções de seus parceiros pelos sons que eles emitem. A descoberta somente foi possível devido a colaboração de cientistas de três universidades: Queen Mary University, em Londres; University of Roehampton, em Zurique e University of Turin, na Itália. 

Para descobrir o nível de sensibilidade desses animais, os pesquisadores analisaram suas reações comportamentais e psicológicas quando seus pares chamavam — relacionando os sons com emoções negativas e positivas. Ao todo, 3 chamadas foram tocadas através de alto falantes. O primeiro som poderia ser positivo ou negativo, o segundo som era oposto ao primeiro e o último foi escolhido aleatoriamente. 

Reprodução/CDN

Vários fatores foram controlados e observados, como o estado emocional do ouvinte e do emissor, além dos sons emitidos: os animais receptores estavam somente sob uma única influência sonora, para que não houvesse nenhum desvio nos resultados.

A equipe notou que a cabra ouvinte era mais propensa a identificar a origem do som quando a emoção de seu par mudava, procurando sua localização. Além disso, seus batimentos cardíacos demonstraram uma maior variabilidade de tempo quando sons “positivos” eram identificados. Por outro lado, a variabilidade era menor frente a emoções negativas.

Esse fator demonstra uma mudança fisiológica. Diante disso, vale lembrar que uma baixa variabilidade de batimentos cardíacos está relacionada à depressão, ansiedade e estresse pós-traumático em humanos. 

Reprodução/AlphaCoders

"Expressar emoção usando vocalizações e ter a habilidade de detectar e compartilhar o estado emocional com outro animal da mesma espécie pode facilitar a coordenação entre os indivíduos de um grupo e fortalecer sua coesão.", Elodie Briefer, co-autor do artigo, declarou em um comunicado.

Cabras são animais extremamente sociáveis e não são os únicos (além de nós, humanos) que demonstram altos níveis de empatia. Estudos anteriores, por exemplo, já provaram que o odor a as pistas visuais de gados e porcos em dificuldade podem induzir sentimentos de medo e causar mudanças fisiológicas em outros da mesma espécie. Enquanto isso, cães e cavalos demonstram alterações físicas e sociais frente à emoções humanas — assim como cabras.

Reprodução/O Sul

"Apesar de sua importância evolutiva, a comunicação social de animais por emoções ainda não é bem compreendida.", afirmou o principal autor do estudo, Luigi Baciadonna, da Queen Mary University. O estudo demonstra que tais animais não são apenas atentos, mas extremamente sensíveis aos estados emocionais de seus companheiros. 

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.