Segundo alerta da ONU, queimadas na Amazônia terão impacto em todo o mundo

Segundo alerta da ONU, queimadas na Amazônia terão impacto em todo o mundo

Último Vídeo

Em um comunicado direcionado às nações, empresas e consumidores, o chefe de biodiversidade da ONU alertou que o que aconteceu na Amazônia é extremamente preocupante e tem um impacto direto nos sistemas naturais de suporte à vida natural no planeta Terra. Aproveitando o gancho, ele ainda convidou todos a repensarem seus hábitos de consumo.

Cristiana Pasca Palmer, secretária executiva da organização, declarou que a destruição da maior floresta tropical do mundo é um lembrete sombrio de que é preciso criar novas abordagens e estratégias para estabilizar o clima e impedir que os ecossistemas cheguem a um ponto de degradação irreversível.

Reprodução/Money Times

"Os incêndios na Amazônia mostram que enfrentamos uma crise muito séria.", disse ela ao Guardian. “Mas não se trata apenas da Amazônia. Também estamos preocupados com o que está acontecendo em outras florestas e ecossistemas... O problema é que estamos caminhando para uma situação irreversível sobre a qual os cientistas avisam que pode gerar colapsos em cascata nos sistemas naturais.”.

As crises ambientais mundiais têm sido uma preocupação constante da política internacional. O desmatamento e queimadas na Amazônia foi o assunto em voga nesta semana na agenda de reunião do G7, na França. Sobre isso, Cristina Palmer declarou: “Sou grata por [o presidente francês] Macron ter dado à biodiversidade um nível de atenção nunca vista antes. Espero que não seja um evento isolado em um G7”.

Este ano, os principais cientistas do mundo alertaram que a civilização humana encontra-se em perigo devido ao desmatamento, às mudanças no uso da terra, à poluição e às mudanças climáticas que colocaram um milhão de espécies em risco de extinção. 

O G7 ofereceu milhões a ambientalistas para que eles apoiassem a causa, mas é preciso entender que se trata mais de dinheiro. Evidentemente, medidas rápidas precisam ser tomadas para remediar os estragos feitos no Brasil, contudo de nada adiantará se não os sistemas de produção das indústrias e os hábitos de consumo da população não forem repaginados. Se não houver uma mudança sistemática na forma de tratar a natureza, viveremos remediando catástrofes ambientais até que não reste mais nada.

Em setembro acontecerá uma cúpula de ações climáticas na qual os líderes mundiais serão convidados a reduzir as emissões de carbono e criar alternativa para extraí-lo da atmosfera. Entre os convidados, estará a ativista sueca Greta Thunberg que estourou nas mídias depois que fazer uma greve estudantil em prol do meio ambiente.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.