Tecnologia brasileira vai reciclar plástico da Estação Espacial

Tecnologia brasileira vai reciclar plástico da Estação Espacial

Último Vídeo

Em breve, os astronautas a bordo da Estação Espacial Internacional (ISS) poderão reciclar plástico e transformá-lo em outros itens úteis, como talheres e ferramentas diversas. Tudo graças a uma tecnologia desenvolvida pela petroquímica brasileira Braskem em parceria com a Made In Space.

O dispositivo vai possibilitar aos astronautas fazerem o processamento de ferramentas antigas e de uso único reaproveitando seus materiais para criar algo novo e funcional. Vale lembrar que isso poderá ser feito repetidas vezes com o uso de uma impressora 3D.

Com a presença da Recycler, os astronautas podem fabricar muitas coisas necessárias em plástico, reduzindo assim os custos de envio. (Fonte: Indianews/Nasa/Reprodução)

Dentre os dispositivos que poderão ser criados com base em modelos pré-existentes também estão inclusas peças de reposição e ganchos para cabos. O Recycler será enviado para a ISS a bordo da nave Cygnus. A previsão é de que a entrega seja feita em novembro.

De acordo com os cientistas por trás desse projeto, poder contar com esse tipo de equipamento na ISS é algo muito prático, pois torna mais fácil a reutilização de materiais para a solução de uma série de problemas à medida em que eles aparecem.

(Fonte: Indianews/Nasa/Divulgação)

O dispositivo, resultado da parceria entre a Braskem e a Made In Space, consegue reciclar qualquer tipo de plástico biodegradável de polietileno verde — esse tipo de plástico é produzido por meio da cana-de-açúcar via processamento de etanol.

Ao conseguir manter a produção de pequenos itens e ferramentas no espaço, a reciclagem dentro da ISS também ajuda reduzir as missões de expedição da Terra, fator que também gera a redução de custos.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.