Christina Koch analisa como é a vida de volta à Terra

Christina Koch analisa como é a vida de volta à Terra

Último Vídeo

Recuperar o equilíbrio e a força dos músculos do pescoço têm sido os maiores desafios da astronauta da NASA Christina Koch. Em uma entrevista coletiva realizada na quarta-feira, 12 de fevereiro, ela contou como está sendo a adaptação de volta à força da gravidade e às atividades cotidianas na Terra. Ela também realizou 6 caminhadas espaciais. A 1.ª foi só de mulheres e, nela, a astronauta Jessica Meir também estava. 

Koch passou quase 1 ano (328 dias no total) em órbita na Estação Espacial Internacional, batendo o recorde feminino de permanência no espaço, e retornou no começo de fevereiro. Durante a entrevista, ela revelou que a transição de retorno está sendo bem mais fácil e rápida do que a de ida. “Eu diria que demorou cerca de 3 meses para que eu me sentisse em casa lá em cima”, ela afirmou. Diferentemente de outros astronautas que passam longos períodos no espaço, Christina sentiu que seu corpo se adaptou rapidamente à força da gravidade, pois não sentiu enjoos ou sensações semelhantes. O que mais incomodou nesses dias iniciais foram as dores no pescoço: "Eu também notei, por cerca de 1 dia, que meu pescoço estava dolorido. Eu me senti como um bebê que tem que trabalhar duro para segurar a própria cabeça", disse Koch.

Para a astronauta, o importante desse retorno foi reencontrar o que ela mais ama na Terra. Por exemplo, na 1.ª noite após a volta, ela viu sua cadela e ficou extremamente feliz pelo fato de o animal ainda se lembrar dela, mesmo após 11 meses. A recepção ao chegar em casa após a longa viagem foi gravada: 

Além disso, também foi especial encontrar sua cozinha de casa repleta de salsa e chips – sua comida favorita – e ir a seus lugares favoritos.

O futuro também reserva possibilidades interessantes para ela. NASA está planejando uma viagem tripulada com ao menos uma astronauta mulher em 2024, e Koch é uma forte candidata. Durante a entrevista coletiva, ela afirmou que seria uma honra aceitar a missão caso a oferta fosse realizada. 

Christina Koch analisa como é a vida de volta à Terra via TecMundo

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.